Cientistas apostam em esponja verde contra câncer

Exemplar de Esponja Verde - Foto: Universidade da Califórnia

Descoberta nas águas geladas do Oceano Pacífico, precisamente na região do Alasca, uma pequena esponja verde pode ser a primeira arma efetiva contra o câncer de pâncreas, segundo pesquisadores americanos.

A esponja Latrunculia austini foi descoberta em 2005 durante uma exploração do leito marinho no Alasca. Ela é encontrada sob rochas e entre 70 e 22m de profundidade.

Testes em laboratório revelaram que as moléculas desta esponja destroem de maneira seletiva as células do câncer de pâncreas, segundo pesquisadores da Universidade do Sul da Califórnia.

“O câncer de pâncreas é extremamente agressivo e difícil de tratar, mas sem dúvidas, essa esponja é o maior ativo molecular contra este tipo de câncer já observado”, disse um dos pesquisadores.

Redação
Se você possui mais informações sobre o assunto acima, entre em contato com a nossa equipe e ajude a tornar este site ainda mais completo. Isso ajudará os mergulhadores e todos aqueles que estiverem buscando por mais informações.