Dicas básicas sobre Vídeo Subaquático

Foto: Clécio Mayrink

1 – Mantenha seus movimentos lentos e firmes

Video é uma fantástica forma de se capturar imagens em movimentos. Entretanto, se suas imagens ficarem com movimento demais irá fazer seu público passar mal e perder o interesse. Faça movimentos lentos e firmes, de um assunto ao outro. Permita que o público veja os detalhes.

2 – Cuidado com o Zoom

A água é um enorme filtro azul e rapidamente absorve as cores e reduz o contraste. Para minimizar este efeito, sempre fique o mais próximo do assunto possível. Não utilize o zoom da sua câmera para aproximar o objeto, exceto se você estiver fazendo um close-up ou macro.

3 – Tire proveito do Sol

Maximize os detalhes e tenha um fundo brilhante e azul gravando sempre com o sol nas suas costas.

4 – Fique o mais próximo !

Para obter uma imagem impactante, preencha o frame com o objeto. A maioria dos iniciantes tentam filmar a uma distância que não permite uma boa definição dos objetos. Tente sempre ficar a um metro do objeto ou mais próximo, de maneira que o seu objeto principal preencha todo o frame.

5 – Luz, muita luz !

Luzes artificiais produzem melhores cores, mas são limitadas pela raio de ação. Estando próximo do objeto a iluminação artificial irá melhorar o efeito de contraste e definição de cores. Use filtros de correção na câmera quando estiver filmando a certa distância e jamais use filtros de correção com iluminação artificial ao mesmo tempo.

6 – Evite longas tomadas

Lembre-se que seus espectadores normalmente não dividem o mesmo entusiasmo que você, portanto não torne seu vídeo chato e cansativo apresentando tomadas longas. É preferível várias tomadas pequenas e de diferentes ângulos do que longas tomadas de um mesmo objeto.

7 – Comece fazendo pequenos clipes

No início, comece treinando sua edição com vídeos curtos, procurando deixá-los com um tempo entre 5 a 10 minutos mostrando as suas melhores tomadas. Isso prenderá a atenção dos seus espectadores e os manterá mais interessados no seu vídeo.

8 – Estude

Existem várias formas de se estudar para melhorar o seu vídeo submarino. Aprenda com seus erros, leia, analise os trabalhos dos profissionais, estude o manual da sua câmera, faça testes e se possível faça um bom curso.

J Dias
Mergulhador desde 1994 e Profissional PDIC desde 1999, é instrutor especialista PDIC, instrutor pela HSA / SBMA, com certificação Trimix pela IANTD, Cave pela NACD / NSS-CDS e Extended Range Diver pela TDI. Além do mergulho, possui uma produtora de vídeos e projetos para internet denominada J Dias Vídeo.