DSLR com monitor LCD externo

Foto: Clécio Mayrink

Para quem trabalha com a produção de vídeos, é bem complicado trabalhar usando DSLR´s para a captação de vídeos, em virtude das diferenças entre a câmera de vídeo em relação as câmeras de foto com capacidade para a gravação de vídeos.

De cara, a falta do foco automático, já é um dos aspectos que muito incomodam os cinegrafistas, e pior ainda, quando não temos uma boa visão do que está sendo gravado.

Quando usamos as câmeras DSLR´s em caixa estanque a coisa se complica, uma vez que os monitores de LCD presentes nessas câmeras, normalmente possuem apenas 3 polegadas, porém, essa dimensão acaba sendo reduzida pela própria caixa estanque, uma vez que a ela sobrepõe parte da área do LCD da câmera, diminuindo ainda mais a visão do cinegrafista quando está sendo gravando.

Hoje a única solução para isso, é a colocação de um monitor de LCD externo, que nada mais é, do que uma segunda caixa estanque com um monitor de LCD conectado à câmera através de um cabo HDMI ou RCA. O grande problema desse material, é o custo elevadíssimo, algo em torno dos US$ 1.800 nos Estados Unidos, chegando à ser quase o preço da caixa estanque.

Tecnicamente um projeto desses, não é complicado, e não consigo entender o porquê desse custo tão elevado, e devido à isso, decidi desenvolver um pequeno projeto de monitor externo para a minha caixa, para usar com a minha DSLR.

O primeiro problema encontrado, foi no tipo de cabo para a saída de vídeo da câmera. O espaço entre a câmera e a caixa estanque é extremamente reduzido. Durante dias realizando pesquisas e mais pesquisas na internet, encontrei somente um fabricante de equipamentos na Europa que produzisse um cabo compatível com o espaço disponível, porém, infelizmente eles não vendem o cabo separadamente. Contatei diversos fabricantes de cabos na China, e sem êxito.

Pra pior a situação, o cabo de saída RCA da Canon, possui um formato próprio, e todos os proprietários de câmeras Canon, acabam ficando refém desse cabo, pois ninguém fabrica o cabo com o conector do tipo USB Canon desenvolvido por essa marca.

No meu caso em si, após 2 cabos danificados, consegui utilizá-lo de uma forma que permita o encaixe na câmera, estando essa no interior da caixa estanque. Foi por pouco, mas consegui. Optei pelo cabo RCA, para que fosse mais fácil na hora de conectá-lo ao bulkhead presente na caixa estanque.

Com relação aos itens requeridos para o projeto, no caso do monitor, comprei um monitor de LCD com 4.5 polegadas ao custo de US$ 37 através do eBay. Já o cabo, infelizmente tive que comprar um cabo original Canon que saiu por volta dos US$ 10, também adquirido no eBay.

Durante o desenvolvimento do projeto, houve a necessidade de uma bateria quadrangular que fornecesse a energia para o LCD. Optei por uma bateria de lítio de 12v X 3.8A, capaz de fornecer energia por muitas horas, tendo um tamanho reduzido e garantindo que eu não fique na mão. Ela me custou algo em torno dos US$ 20 no eBay também.

Nessa estapa, cogitava em fazer com que a câmera realizasse a transmissão do vídeo da câmera para o LCD por rádio frequência, afim de evitar mais um possível ponto para alagamento da minha caixa estanque. Durante alguns testes, o sistema funcionou perfeitamente entre caixas acrílicas, no entanto, ao usar uma caixa metálica com outra acrílica, o sistema de rádio frequência era ineficaz.

Utilizei um micro transmissor – receptor com alcance de 100m de distância, porém ao testá-lo embaixo d´água, ele funcionava até uma distância de 1m aproximadamente com caixas acrílicas, sendo perfeito para o que desejava, porém, como a caixa principal é metálica, ela acaba interferindo na transmissão do vídeo e não permite que o LCD receba as imagens.

Nesse caso, a solução foi a utilização de um cabo antigo da linha Nikonos (US$ 40), fazendo a conexão com um bulkhead (US$ 137) para Nikonos. Na saída dos cabos desse bulkhead, foi soldado o cabo que traz a imagem da câmera.

DSLR-Monitor2

Resumindo, todo o tráfego de dados referentes as imagens geradas pela câmera para o monitor de LCD já estavam prontos, faltando apenas a caixa estanque para o LCD.

Com tudo na mão, levei o projeto até a Croma (atual SealPro), para que eles desenvolvessem uma pequena caixa para o LCD com a bateria, com a colocação do cabo Nikonos e uma chave liga-desliga.

 

O projeto foi elaborado pela eficiente equipe da Croma, e após algum tempo, o projeto foi finalizado e em pleno funcionamento.

Conclusão

De fato, o desenvolvimento desse projeto levou certo tempo, mas o retorno é compensado pela performance ao usar um monitor LCD externo, sem contar com a economia de mais de R$ 4.000 em um produto tão simples.

Agradecimentos

Ao Marcus William da Croma – SealPro por mais esse projeto e ao Carlos Montechi por sempre estar disponível em me ajudar na realização desse projeto.

Clecio Mayrink
Nascido no Rio de Janeiro, ingressou no mergulho em apneia em 1983, no autônomo em 1986 pela CMAS e Dive Master em 1990 pela PADI. Hoje é mergulhador Técnico Trimix, Technical Cave Diver e Advanced Cave Side Mount / No Mount pela IANTD. Foi membro da expedição de mapeamento da Lagoa Misteriosa em Bonito-MS em 2008, idealizador do site Brasil Mergulho em 1998 (MTB 0081769/SP), atuando em diversas matérias e documentários no Brasil e no exterior. Também atuou como consultor para a ONU, UNESCO, além de diversos órgãos públicos no Brasil.