DSLR com monitor LCD externo

Foto: Clécio Mayrink

Para quem trabalha com a produção de vídeos, é bem complicado trabalhar usando DSLR´s para a captação de vídeos, em virtude das diferenças entre a câmera de vídeo em relação as câmeras de foto com capacidade para a gravação de vídeos.

De cara, a falta do foco automático, já é um dos aspectos que muito incomodam os cinegrafistas, e pior ainda, quando não temos uma boa visão do que está sendo gravado.

Quando usamos as câmeras DSLR´s em caixa estanque a coisa se complica, uma vez que os monitores de LCD presentes nessas câmeras, normalmente possuem apenas 3 polegadas, porém, essa dimensão acaba sendo reduzida pela própria caixa estanque, uma vez que a ela sobrepõe parte da área do LCD da câmera, diminuindo ainda mais a visão do cinegrafista quandoestá sendo gravando.

Hoje a única solução para isso, é a colocação de um monitor de LCD externo, que nada mais é, do que uma segunda caixa estanque com um monitor de LCD conectado à câmera através de um cabo HDMI ou RCA. O grande problema desse material, é o custo elevadíssimo, algo em torno dos U$ 1.800 nos Estados Unidos, chegando à ser quase o preço da caixa estanque.

Tecnicamente um projeto desses, não é complicado, e não consigo entender o porquê desse custo tão elevado, e devido à isso, decidi desenvolver um pequeno projeto de monitor externo para a minha caixa, para usar com a minha DSLR.

O primeiro problema encontrado, foi no tipo de cabo para a saída de vídeo da câmera. O espaço entre a câmera e a caixa estanque é extremamente reduzido. Durante dias realizando pesquisas e mais pesquisas na internet, encontrei somente um fabricante de equipamentos na Europa que produzisse um cabo compatível com o espaço disponível, porém, infelizmente eles não vendem o cabo separadamente. Contatei diversos fabricantes de cabos na China, e sem êxito.

Pra pior a situação, o cabo de saída RCA da Canon, possui um formato próprio, e todos os proprietários de câmeras Canon, acabam ficando refém desse cabo, pois ninguém fabrica o cabo com o conector do tipo USB Canon desenvolvido por essa marca.

No meu caso em si, após 2 cabos danificados, consegui utilizá-lo de uma forma que permita o encaixe na câmera, estando essa no interior da caixa estanque. Foi por pouco, mas consegui. Optei pelo cabo RCA, para que fosse mais fácil na hora de conectá-lo ao bulkhead presente na caixa estanque.

Com relação aos itens requeridos para o projeto, no caso do monitor, comprei um monitor de LCD com 4.5 polegadas ao custo de U$ 37 através do eBay. Já o cabo, infelizmente tive que comprar um cabo original Canon que saiu por volta dos U$ 10, também adquirido no eBay.

Durante o desenvolvimento do projeto, houve a necessidade de uma bateria quadrangular que fornecesse a energia para o LCD. Optei por uma bateria de Líthium de 12v X 3.8A, capaz de fornecer energia por muitas horas, tendo um tamanho reduzido e garantindo que eu não fique na mão. Ela me custou algo em torno dos U$ 20 no eBay também.

Fase 2

Nessa fase, cogitava em fazer com que a câmera realizasse a transmissão do vídeo da câmera para o LCD por rádio frequência, a sfim de evitar mais um possível ponto para alagamento da minha caixa estanque. Durante alguns testes, o sistema funcionou perfeitamente entre caixas acrílicas, no entanto, ao usar uma caixa metálica com outra acrílica, o sistema de rádio frequência era ineficaz.

Utilizei um micro transmissor – receptor com alcance de 100m de distância, porém ao testá-lo embaixo d´água, ele funcionava até uma distância de 1m aproximadamente com caixas acrílicas, sendo perfeito para o que desejava, porém, como a caixa principal é metálica, ela acaba interferindo na transmissão do vídeo e não permite que o LCD receba as imagens.

Nesse caso, a solução foi a utilização de um cabo antigo da linha Nikonos (U$ 40), fazendo a conexão com um bulkhead (U$ 137) para Nikonos. Na saída dos cabos desse bulkhead, foi soldado o cabo que traz a imagem da câmera.

Resumindo, todo o tráfego de dados referentes as imagens geradas pela câmera para o monitor de LCD já estavam prontos, faltando apenas a caixa estanque para o LCD.

DSLR-Monitor2Fase 4

Com tudo na mão, levei o projeto até a Croma (atual SealPro), para que eles desenvolvessem uma pequena caixa para o LCD com a bateria, com a colocação do cabo Nikonos e uma chave liga-desliga.

O projeto foi elaborado pela eficiente equipe da Croma, e após algum tempo, o projeto foi finalizado e em pleno funcionamento.

Conclusão

De fato, o desenvolvimento desse projeto levou certo tempo, mas o retorno é compensado pela performance ao usar um monitor LCD externo, sem contar com a economia de mais de R$ 4.000 em um produto tão simples.

Agradecimentos

Ao Marcus William da Croma – SealPro por mais esse projeto e ao Carlos Montechi por sempre estar disponível em me ajudar na realização desse projeto.

Clecio Mayrink

Nascido no Rio de Janeiro, ingressou no mergulho em 1987 pela CMAS e realizou Dive Master em 1990 pela PADI. Hoje é mergulhador Técnico Trimix (Mergulho Profundo) e de cavernas (Technical Cave Diver e Advanced Cave Side Mount / No Mount).

Foi membro da expedição de mapeamento da Lagoa Misteriosa em Bonito-MS em 2008, idealizador do site Brasil Mergulho em 1998 (MTB 0081769/SP) e atuou como consultor para a ONU, UNESCO, Segurança Pública, além de diversos órgãos públicos no Brasil.