Entrevista: Antônio Ritter

Quando você ingressou nas filmagens submarinas e há quanto tempo você pratica esta atividade ?
Primeiramente, gostaria de dizer que é um imenso prazer dar esta entrevista ao Brasil Mergulho, site que já se transformou em referência na área, aqui no Brasil e exterior.

Bom, fiz meu primeiro curso de mergulho há cerca 18 anos atrás e logo em seguida, sentindo a necessidade de dividir aqueles momentos maravilhosos com amigos que não mergulhavam, passei a filmar e fotografar de uma maneira amadora. Após algum tempo, inspirado em uma noite de céu estrelado e embarcado sobre o Parcel Manoel Luis, me perguntei – meu Deus, por que não mostrar ao mundo esses lugares ?   Daí aquele sonho começou a se transformar em realidade a partir daquele momento. O resultado está aí para todos conhecerem.

Dos locais visitados no Brasil, qual deles foi inesquecível ?
É lógico que a grande maioria dos locais no Brasil possui a sua magia, pois somos um país realmente abençoado, não só pelas belezas que existem aqui, mas principalmente pela diversidade de regiões. O Parcel Manoel Luis no litoral do Maranhão, mesmo com as dificuldades dos mergulhos lá, é um local realmente inesquecível. É considerado pelos poucos mergulhadores que tiveram o privilégio de mergulhar lá, uma das sete maravilhas do mundo submarino. Também não posso deixar de mencionar, a eterna Fernando de Noronha.

E no exterior ?
Arquipélago de Palau na Micronésia.

Em alguns dos mergulhos, você passou por alguma situação difícil para filmar ?
Muitas, como por exemplo, durante umas locações aéreas, deu pane em um dos motores do nosso avião em pleno vôo… Também teve o roubo de nossa camionete com equipamentos e mantimentos para oito pessoas, numa viagem de 10 dias que iríamos fazer ao Parcel. “Perda de uma embarcação de apoio em uma tempestade que enfrentamos, e por aí vai, não teria espaço para mencionar aqui todos os eventos.” Risos…

É claro que as dificuldades em alguns casos se transformaram em saídas, pois é nessa hora que temos que ser “safos” e transformar os problemas em soluções. Penso até que sem as dificuldades nem seria tão divertido. Risos…

Quantas edições em vídeo sua empresa já disponibilizou em DVD aos mergulhadores ?
É importante dizer que os nossos filmes não são só voltados aos mergulhadores, mas também, as pessoas que se interessam por documentários, ecologia, cultura, turismo, aventura, praias, vida marinha, etc, pois mostramos em imagens aéreas, terrestres e aquáticas de uma maneira profunda a região em foco e só depois “mergulhamos”, para obviamente mostrar o nosso maravilhoso fundo do mar.

Até o momento já foram lançados três filmes – uma trilogia, são eles:

  • Parcel Manoel Luís
  • Ceará
  • Arquipélago de Fernando de Noronha

Já estamos em fase de pré-produção do nosso quarto título que será no Rio de Janeiro. Serão dezoito filmes ao todo.

É muito trabalhoso desenvolver um produto desses ?
Sempre é, não é ?   Mas como falei acima, não teria graça se não o fosse, além do quê, com recursos, determinação, boa equipe, planejamento e um pouco de sorte é claro, as coisas acabam se realizando de uma maneira legal e, o resultado final compensa.

Quanto tempo em média é gasto na produção de um DVD com imagens de um determinado destino ?
Se tudo correr bem conforme o planejado, digamos que seis meses, mas como sempre acontecem imprevistos como clima, condições do mar, etc, podemos levar até um ano pra finalizar um filme.

Atualmente você possui algum patrocinador ?
Com a iniciativa privada ou pública como parceiros, as coisas ficam bem mais fáceis, mesmo nossos filmes se pagando com a venda para o consumidor final aqui no Brasil e exterior. Além das empresas que estamos negociando, atualmente temos o apoio da Mormaii nas “wetsuits”, Technisub, Atlantis Divers e TurisRio.

Que benefícios uma empresa poderia obter, em patrocinar esse projeto ?
A vinculação da sua marca a um projeto inédito e único, em que existe uma demanda a nível mundial por um produto como o nosso.

Como os mergulhadores podem adquirir seus vídeos de mergulho ?
Nossos filmes também são conteúdos digitais, ou seja, também são comercializados como por exemplo, download para celulares, IPTV, TV à Cabo, iPod, etc. Para isso, temos uma empresa parceira que é a nossa distribuidora, a Media Rights.

Os DVD’s podem ser encontrados em algumas lojas do Brasil, escolas de mergulho e também diretamente pelo site do projeto Dives Brasil, através do endereço www.divesbrasil.com.br

Redação
Se você possui mais informações sobre o assunto acima, entre em contato com a nossa equipe e ajude a tornar este site ainda mais completo. Isso ajudará os mergulhadores e todos aqueles que estiverem buscando por mais informações.