Entrevista: Clécio Mayrink

Quando surgiu a ideia de criar o site Brasil Mergulho ?

Por volta de 1996 / 1997, conversando com alguns amigos, percebi que não haviam informações sobre mergulho na internet brasileira. Só encontrávamos algumas poucas páginas de escolas de mergulho, e mostravam somente conteúdos sobre cursos, links, fotos, e em alguns casos, algumas dicas. Tudo muito básico. Na época, ter uma página na internet era muito caro e pouca gente tinha conhecimento em programação web. Manter um domínio custava em torno dos U$ 100/mês.

A Internet ainda era uma coisa nova no mercado. Poucas pessoas tinham acesso e efetivamente usavam ela como fonte de informação, até porque a velocidade de acesso era um caos.

Na época, pensei em criar um site onde pudéssemos disponibilizar todas as informações sobre o esporte, histórias e todo conteúdo relacionado, com o intuito de difundir essas informações e preservar a história do mergulho no Brasil.

Na década de 80, por exemplo, estive em um naufrágio ao sul do estado de Pernambuco com uma equipe de reportagem, e chegamos até ele através de dois pescadores. Na época ninguém possuía GPS, e não tivemos como registrar sua localização, até porque o naufrágio estava bem distante da costa. Tempos depois, tentamos contatar os pescadores que nos levaram, mas eles “sumiram” da vila onde moravam, e com isso a localização do naufrágio acabou se perdendo. Esse fato foi um dos motivos  para que iniciasse a criação de um site, onde todos pudessem repassar o que tinha de dados ou obter informações de forma gratuita.

Por que o nome Brasil Mergulho ?

Na verdade, a primeira versão do site chamou-se All Divers Society, que por ter inicial com a letra A, estaríamos entre os primeiros resultados das buscas realizadas nos sites de pesquisa da época. Sempre éramos os primeiros resultados no antigo site de buscas “Cadê?”. Esse conceito de exibir os resultados pelas iniciais mudou com o tempo, e após uma boa análise, chegamos à conclusão que o nome “All Divers Society” não trazia mais benefícios, além de ser um nome grande e em inglês, o complicava a vida de quem quisesse acessá-lo.

Tínhamos alguns problemas na disseminação desse nome em algumas regiões do país. Atualmente, há muito mais pessoas com fluência no inglês, mas na época a quantidade era muito inferior. Como de início falávamos sobre o mergulho no Brasil, não podíamos também ter um nome em inglês.

O nome Brasil Mergulho tinha tudo haver, era prático, objetivo e de fácil memorização.

Como foi o início do desenvolvimento do site e como vocês atuam nos dias atuais ?

Desde o início, posso dizer que a coisa dá “trabalho”, mas a vontade em colaborar para o esporte sempre foi maior. No início tive o apoio de alguns amigos como o Carlos Bersan, Marcos Alvaredo, José Luiz, Gilberto Martiniano, Roberto da Luz (Boblight), Romeu Dib, Paulo Tessarollo e Lélis J. Com o desenvolvimento e reestruturação do site, outras pessoas passaram a colaborar e começamos a contatar alguns profissionais do mercado, para que se tornassem responsáveis de algumas áreas do site. De cara, recebemos diversas colaborações de conteúdo, como os artigos técnicos do Marcus Werneck, Pedro Paulo e Maurício Henriques do site Techdiving, e na parte de fotografia subaquática, Carlos Montechi e Danilo Trinchão, com suas maravilhosas fotos. Hoje, mais de 1.000 pessoas já colaboraram para o site.

Na sua visão, que motivos fazem do site uma boa referência e sucesso entre os mergulhadores ?

A seriedade, manutenção diária, e principalmente, a abertura à todos. Em um  país como o nosso, com grandes extensões, origens, regionalidades e aspectos bem diferentes, seria impossível desenvolver um site sobre mergulho onde sua prática e condições diferenciam tanto. Há muitos especialistas no mercado e precisamos dessas informações e suas experiências.

A idéia é disponibilizar todo tipo de informação que seja de interesse geral, sem discriminação e sem aquela coisa de ignorar a certificadora X ou Y. O site nunca para. As atualizações diárias são a marca registrada da seriedade do site. As pessoas estão sempre em busca por informações, visitam os sites e vão embora. Se um site não muda, não é atualizado, os internautas esquecem do site e nunca mais voltam. Consequentemente o site deixa de ser uma referência.

Outra diferença é que não há cobranças pela informação. Qualquer pessoa pode acessar o Brasil Mergulho e obter as informações gratuitamente. Um aspecto importante, é que nos preocupamos com a preservação do meio ambiente, e havendo alguma informação relacionada, ela também será disponibilizada.

Resumindo… O Brasil Mergulho é um local para que todos possam disseminar informação e trazer conhecimento à todos.

Como é o Brasil Mergulho por trás das telas ?

Atualmente o site é hospedado em um servidor no exterior, pois infelizmente não conseguimos uma empresa com estrutura para manter o site no Brasil. Além disso, é economicamente inviável hospedar por aqui.

Contrário ao que muitos acreditam, existe um comitê gestor e todo conteúdo é analisado antes de ser publicado. Existem responsáveis pela parte administrativa, outros pelo desenvolvimento, conteúdo técnico, e por aí vai.

Qual é o volume visitantes do Brasil Mergulho ?

Possuímos algumas ferramentas que nos permitem realizar a medição. Temos também uma estatística específica de e-mails recebidos com pessoas tirando dúvidas. Nossa média gira em torno de 1.200.000 acessos por ano.

Alguns meios de comunicação também vêm contribuído para a divulgação do site. Já alcançamos o TOP 3 do Prêmio iBest, onde fomos considerados por um júri, como um dos 3 melhores sites sobre esporte do Brasil. Esta premiação foi de grande importância na internet brasileira.

Para 2005, que linha de trabalho vocês estão planejando ?

A idéia do site é sempre trazer informação. Para os recreacionais, estaremos trazendo mais informações e novidades. Aos técnicos e caverneiros, estamos planejando algumas operações para a cobertura de pontos de mergulho pouco divulgados, além de artigos bem interessantes.

Que recado daria aos usuários do site ?


Só tenho a agradecer o apoio, colaboração e ajuda de muitos, pois sem isso, este site não seria 10% do que é atualmente. Tudo o que temos hoje, é fruto de muitas colaborações e do esforço de diversas pessoas que acreditam no projeto. Isso nos traz força para continuar com esse trabalho. Recebemos muitos e-mails de todas as partes do país e de brasileiros no exterior, expressando agradecimentos e elogios pela a ajuda que o site tem dado nesses últimos 5 anos. Então só nos resta mandar um muito obrigado, à todos que colaboram de forma direta ou indireta para o Brasil Mergulho.

Para aqueles que gostariam de colaborar para o site, as portas estarão sempre abertas.

Redação

Se você possui mais informações sobre o assunto acima, entre em contato com a nossa equipe e ajude a tornar este site ainda mais completo. Isso ajudará os mergulhadores e todos aqueles que estiverem buscando por mais informações.