Entrevista: Renata Linger

O que levou você a mergulhar e quando foi isso ?

Em 2002, uma amiga muito querida me convidou para ir para Fernando de Noronha. Fiz o curso, e no fim, fui com outros amigos e ela acabou nem indo.

Que países você já visitou para mergulhar ?

  • Estados Unidos (Florida Keys, Hawaii, Guam, Cavernas);
  • México (Revillagigedo, Akumal, Cozumel, Baja Califórnia);
  • Ilhas Fiji;
  • Nova Zelândia;
  • Costa Rica;
  • Ilhas Maurício;
  • Estados Federados da Micronésia (Truk Lagoon, Yap);
  • República de Palau;
  • Maldivas;
  • Dubai;
  • Austrália;
  • Equador (Galápagos);
  • Curaçao;
  • Ilhas Marshal (Atol de Bikini);
  • Egito (Mar Vermelho).

Hoje, qual a sua formação em mergulho ?
Atualmente sou certificada Full Cave e Trimix, pensando em fazer o curso de Dive Master, será ?

Você têm idéia de quantos mergulhos já realizou ?
Olhando o log, são 200 mergulhos técnicos e 670 mergulhos recreativos. Sim, eu faço log de tudo até hoje, com carimbo, assinatura, adesivo de peixinhos e tudo mais… rsrsrs

Quando você sentiu a necessidade em realizar um curso de mergulho técnico ?
Assim que comecei a mergulhar já me interessei pelo mergulho em caverna. Comecei a mergulhar no fim de 2002, em julho de 2003 fiz um discovery tech com na Pedreira de Sorocaba e me apaixonei de vez. Tanto é, que em dezembro de 2003 (com apenas 100 mergulhos) já estava na Mina da Passagem em Mariana-MG, fazendo o curso de “Intro to Cave”.

De todos os destinos onde esteve, qual deles você mais gostou ?
Hummm, difícil escolher o melhor destino. Além dos mergulhos, têm as pessoas que estavam comigo e as belezas fora da água. Acho que posso dizer: Bikini, Cavernas de Akumal, Galápagos e Palau.

E qual você menos gostou ?
Nenhum, gostei de todos sem exceção. Até os mergulhos em Paraty sem nenhuma visibilidade.

Que momento em todos os mergulhos realizados, ficou marcado em sua vida ?
Não foram poucos os momentos que me marcaram. Por exemplo…

  • Um golfinho “selvagem” parou na minha frente e me deixou acariciá-lo por alguns minutos em Revillagigedo, foi muito emocionante e ficará na minha lembrança por muito tempo;
  • O primeiro tubarão baleia não dá para esquecer. Foi em Galápagos, um gigante de 15m. Tirei foto da areia de tanta emoção e olha que ele era grande;
  • Todos os encontros com as mantas me emocionam até hoje disparando meu coração. Aquele “olhos nos olhos” são demais. O melhor encontro com Mantas e um dos melhores mergulhos que já fiz, foi um noturno no Havaí com 10 mantas “dançando” à minha frente. Foi eletrizante !
  • As belezas das cavernas de Akumal. Cada vez que vou para lá, me emociono ao cair na água. Foi o único lugar que já repeti a viagem e já estou com viagem marcada novamente;
  • Chegar aos 70m na pedreira com 3 stages !
  • Os naufrágios de Bikini;
  • Tubarões mangona em um “mergulhinho” em Paraty;
  • Quando minha irmã entrou no mundo do mergulho;
  • E certamente, o que mais me marcou muito foram algumas pessoas especiais que conheci mergulhando.

Talvez você seja a mergulhadora que mais visitou a Laje de Santos. Você têm idéia de quantas vezes já esteve lá ?
Não sei se isto é verdade. Acho que tenho por volta de 100 saídas ou mais. Tento ir todo os meses do ano ! É um lugar realmente maravilhoso e é tão próximo à São Paulo.

Redação
Se você possui mais informações sobre o assunto acima, entre em contato com a nossa equipe e ajude a tornar este site ainda mais completo. Isso ajudará os mergulhadores e todos aqueles que estiverem buscando por mais informações.