Entrevista: Rodrigo Coluccini – Editor da Revista Deco Stop

Quando e como foi criada a revista Deco Stop ?
A revista foi criada em 2003, após uma longa discussão na lista BH-Tech. Os assinantes da lista reclamavam de uma fonte de informação que fosse além do que havia no mercado brasileiro, onde só encontrávamos material sobre turismo submarino e dicas para iniciantes. Eles desejavam uma publicação mais consistente, com material diverso e que abrangesse todas as facetas do mergulho autônomo.

A revista então foi feita apenas para os mergulhadores técnicos ?
Nas duas primeiras edições a Deco Stop, foi feita direcionada aos mergulhadores técnicos, mas houve uma grande procura por parte de mergulhadores recreativos. Eles também queriam que a revista os incluíssem na pauta dos assuntos abordados. Com isso, a partir de nossa terceira edição, começamos a abrir nosso leque de atuação, incluindo artigos interessantes à todos os níveis de mergulhadores. Em resumo, somos uma revista para quem gosta de mergulho, não importando o nível de certificação.

Deco StopEntão a Deco Stop deve ter crescido bastante devido a esta abordagem, correto ?
Sim, somos bem aceitos por nossos leitores. Nosso próximo passo, que poderá ser conferido na edição nº 11 e que estará disponível nos próximos dias, é transformar a revista em uma leitura para toda a família. Os assuntos abordados além de interessantes e compensadores, serão votados a qualquer pessoa, até para aqueles que não mergulham.

Como são feitos os artigos da Deco Stop ?
Atualmente contamos com o apoio de nossa “tropa de elite”, nossa equipe oficial de mergulho que se chama “DSX – Deco Stop Explorers”. Esta equipe internacional, formada por mergulhadores de ponta e com consciência da importância da divulgação, exploração e educação dos mergulhadores e da sociedade em geral, trabalha para trazer ao grande público, informações valiosas e momentos de descontração de baixo d´água.

Recebemos também, colaborações de diversos grupos e mergulhadores do Brasil que desejam ver na Deco Stop, o resultado de seus projetos, explorações e descobertas.

Nos últimos meses, a Deco Stop foi eleita pela comunidade submarina brasileira para trazer as novidades mais quentes no mergulho.

Sobre a divulgação de informações, você tem em seu histórico o fato de sempre disponibilizar ao grande público, informações de naufrágios, especialidade de sua preferência. Fale um pouco sobre isso.

Quando comecei a praticar o mergulho em naufrágio, na primeira metade da década de 90, era muito difícil conseguir informações sobre naufrágios. Para você ter uma idéia, quando fui a Arraial do Cabo pela primeira vez em 1988 (ainda não gostava tanto de naufrágios), as pessoas só conheciam os naufrágios do HMS Thetis e da Fragata Dona Paula. Atualmente, principalmente pelo trabalho de Elísio Gomes Filho, historiador da região, dezenas de naufrágios estão catalogados. O Elísio publicou três livros excelentes sobre o assunto: “Histórias de Célebres Naufrágios de Cabo Frio”, “A Tragédia do Magdalena” e “Morte no Mar”. É isto que eu falo: o verdadeiro historiador não só consegue os dados sobre os naufrágios. Ele também os divulga.

Dados de naufrágios pertencem à historia marítima Brasileira e consequentemente ao seu povo. Uma pessoa que consegue uma informação e se nega a divulgá-la, é para mim, uma pessoa que deve ser desconsiderada de todas as maneiras. De minha parte, através de minha parceria com o site Brasil Mergulho, pude contribuir com dezenas de artigos sobre naufrágios, além dos esquemas de navios (Galeão / Cargueiro à Vapor / Cargueiro à Diesel, dentre outros), manual de identificação, peças e partes de naufrágios e o cadastro on-line de naufrágios do Brasil, que podem ser visualizados ou baixados facilmente através do Brasil Mergulho.]

Na Deco Stop eu continuo com essa política que pode ser conferida a cada nova edição. Tive o prazer também, de me juntar a equipe da certificadora PDIC e ao colega Reinaldo Alberti, na autoria do Manual de Naufrágio da PDIC. Esta publicação, que era um desejo antigo da certificadora, está disponível para venda a todos os interessados no site da PDIC.

Outro nome que merece ser lembrado, é do historiador baiano José Góes, figura carismática e autor de livros e artigos (alguns publicados no Brasil Mergulho) sobre os naufrágios de nossa costa.

Além da revista existem outros produtos editoriais da Deco Stop ?
Sim. Toda edição de aniversário possui um encarte. No primeiro ano fizemos um sobre os naufrágios da Segunda Guerra na costa Brasileira. Pouca gente sabe mas nossas águas viram muita ação durante o conflito. No segundo ano publicamos um encarte de Biologia Submarina com informações básicas sobre o ambiente. Para outubro deste ano, terceiro ano de atividades da Deco Stop, também teremos um belo material extra. A novidade é que já está em fase de estudo a publicação de livros por nossa editora. Para iniciar devemos lançar um ou dois livros sobre naufrágios.

E o Deco Stop vídeo ? Como funciona ?
Esta foi mais uma ação inédita no Brasil promovida pela Deco Stop. Desde a nossa terceira edição, inserimos como brinde um vídeo com imagens submarinas dos pontos de mergulho. A partir de nossa edição nº11, estes brindes serão exclusivos de nossos assinantes. O mais interessante destes vídeos produzidos por Gustavo Abah da Casca Grossa Vídeo, é que após um ano, quatro edições, eles se transformam em um DVD com imagem e som de primeira qualidade e com cenas extras. Esses DVD´s (Ano #1 e Ano #2) podem ser adquiridos pelo e-mail cascagrossa@cascagrossa.com.br .

Onde a Deco Stop pode ser adquirida ?
Assinaturas e compras avulsas podem ser feitas através de nosso site, www.decostop.com.br

A compra é segura e a entrega bem rápida. A outra opção é ir até uma escola / operadora de mergulho cadastrada e que distribui a revista.

Para terminar, o que o mergulhador que ainda não conhece a Revista Deco Stop está perdendo ?
Muita informação interessante, feita por mergulhadores experientes e conhecedores do assunto. Seções sobre foto-sub, de biologia marinha, de turismo, naufrágios, equipamentos, dicas, mergulho em cavernas e conteúdo de agrado a todas as pessoas que se interessam por mergulho, não importando a certificação.

 

Redação
Se você possui mais informações sobre o assunto acima, entre em contato com a nossa equipe e ajude a tornar este site ainda mais completo. Isso ajudará os mergulhadores e todos aqueles que estiverem buscando por mais informações.