Fabricando uma base lastreada para GoPro

Foto: Clécio Mayrink

A captação de imagens embaixo d´água, nem sempre é tão fácil. Pior ainda, quando usamos câmeras muito compactas, como é o caso da GoPro.

Como nós mergulhadores estamos sempre criando coisas que nos ajude durante o mergulho, um amigo meu entrou em contato comigo recentemente para tentar ajudá-lo na captação de imagens para um trabalho de biologia marinha que ele faria, e diante da falta de recursos da entidade pública para qual trabalha, a colocação de 4 câmeras GoPro no fundo do mar por um determinado tempo, atenderia suas necessidades. O problema, seria em como deixá-las no fundo do mar sem fixá-las e sem danificar a estrutura marinha local.

Vale lembrar, que essas câmeras são extremamente positivas e se soltarmos embaixo d´água, elas acabam flutuando e sendo perdidas.

Analisando o caso, cheguei a uma rápida solução, onde qualquer mergulhador poderá resolver o problema, se for essa a necessidade. 

Embalagem de fábrica

Todos aqueles que compraram uma câmera da GoPro, sabem que ela é comercializada em uma caixa acrílica transparente, usada por alguns, como pote de canetas, além de uma base preta brilhosa com um encaixe onde a própria câmera fica fixada antes da abertura da embalagem pelo comprador.

Analisando a necessidade de deixá no fundo marinho, registrando as imagens sem o acompanhamento do mergulhador por algumas horas, de cara, percebi a necessidade de uma base para a fixação da câmera. E porque não usar essa base quadrangular que vem na embalagem e que em tese, não serviria pra nada ?

Dessa forma, podemos fixar a câmera nessa base preta juntamente com uma pedra de lastro de mergulho com pelo menos 2Kg, que fará o papel de lastreamento da GoPro com a base.

A fixação da base no lastro pode ser feita usando-se uma fita de nylon com um passador de fitas de nylon, dessas normalmente utilizadas nos coletes equilibradores. Fala 2 furos ao lado da base onde a GoPro será encaixada, para que a fita de nylon possa ser passada. Em uma das pontas da fita, será preciso costurar a extremidade, passando antes pelo passador.

Tanto a fita quanto o passador, podem ser encontrados em lojas que comercializam tecidos e acessórios, custando alguns poucos centavos e disponíveis em qualquer cidade.

Dessa forma, basta você deixá-la no fundo arenoso, e ela ficará por lá sem a chance de ser levada por alguma corrente local.

Vejamos os passos na galeria de fotos abaixo:

Clecio Mayrink
Nascido no Rio de Janeiro, ingressou no mergulho em 1987 pela CMAS e realizou Dive Master em 1990 pela PADI. Hoje é mergulhador Técnico Trimix (Mergulho Profundo) e de cavernas (Technical Cave Diver e Advanced Cave Side Mount / No Mount). É juiz internacional de apneia pela AIDA e foi membro da expedição de mapeamento da Lagoa Misteriosa em Bonito-MS em 2008. Foi o idealizador do site Brasil Mergulho criado em 1998 (MTB 0081769/SP), atuou como consultor para a ONU, UNESCO, além de diversos órgãos públicos no Brasil.