Fabricante Chinês Xiaomi pode comprar a GoPro

A empresa chinesa de eletrônicos Xiaomi está considerando uma oferta para comprar os fabricantes da GoPro, segundo um relatório da The Information.

Essa notícia segue o anúncio da GoPro de janeiro de que sairia do mercado de drones para otimizar os negócios e se tornar mais lucrativo. Ao mesmo tempo, o CEO Nick Woodman disse em uma entrevista à CNBC que a empresa estava aberta a uma compra:

“Se houver oportunidades para nos unirmos com uma empresa controladora maior para aumentar ainda mais o espaço da GoPro, isso é algo que temos interesse”.

Não se sabe ao certo de quanto seria oferta, mas o acordo pode valer alcançar US$ 1 bilhão segundo alguns analistas. Antes avaliada em mais de US$ 10 bilhões em seu auge, a GoPro era uma história de sucesso em produtos eletrônicos de consumo, mas a capitalização de mercado da empresa caiu para US$ 761 milhões, principalmente devido à concorrência agressiva da China.

Segundo os analistas, um comprador poderia alavancar a marca da GoPro e obter lucros por meio de vendas de dispositivos. A Xiaomi, em particular, também poderia usar alguns dos IPs da câmera da GoPro no desenvolvimento de módulos de câmera para seus smartphones.

Após a circulação sobre a possível compra da empresa, o preço das ações da GoPro subiu 8.8% na bolsa americana.