Na última terça-feira, salva-vidas da praia de Pensacola, na Flórida, colocaram bandeiras roxas para avisar aos visitantes sobre a presença de vida marinha perigosa na área.

Os banhistas da Flórida estão sendo picados por “piolhos do mar”, que são parasitas microscópicos e que causam irritações na pele. Segundo o Departamento de Saúde da Flórida, não são realmente piolhos, mas pequenas larvas provenientes de um determinado tipo água-viva.

Quem entra em contato com esses “piolhos do mar” acabam sendo picadas e tendo dermatites. Além disso, podem ter erupção cutânea com coceira na pele vermelha e inchaço, ocorrendo entre 4 e 24h após o contato.

Algumas pessoas se queixaram de uma sensação de “formigamento”, enquanto ainda estão na água.

Mesmo usando roupas de banho de uma peça e camisetas na água, o banhista corre o risco de uma reação mais severa.

Por:

Redação

Se você possui algum conteúdo relacionado ao mergulho e acha que pode ser interessante dividir com outros mergulhadores ?

Clique aqui para entrar em contato conosco e enviar o conteúdo a principal revista eletrônica sobre mergulho do Brasil.