Frio – Como evitá-lo

Foto: Clécio Mayrink

Muitas vezes ao sair para o mar, o mergulhador não se dá conta do frio que poderá sentir durante e após o mergulho, podendo vir a se sentir mal durante algumas horas, em que deveria estar apreciando o seu momento de lazer.

Uma das coisas mais comuns nas saídas de mergulho, são pessoas no barco sem a devida proteção contra o vento e temperatura local.

Enquanto a embarcação navega em direção à um determinado ponto, o mergulhador com o corpo exposto, vai perdendo calorias em função do vento com menor temperatura, contribuindo para a queda da temperatura corporal e possibilitando o início de câimbras durante o mergulho.

Além disso aqueles com problemas alérgicos e/ou sinusites, esse vento facilitará a obstrução das vias nasais através de corisas e secreções, dificultando a compensação ou até mesmo, fazendo com que o mergulhador aborte o mergulho. Durante a navegação, é aconselhável o uso de uma camiseta ou de um anorak (casaco emborrachado / nylon) para evitar a perda de calor corporal, enquanto exposto à temperatura mais baixa e ao vento frio.

Quando o mergulho for realizado em locais com águas de temperaturas baixas, como acontece eventualmente em Arraial do Cabo por conta da ressurgência, por exemplo, uma boa dica é a ingestão de uma barra chocolate uma hora antes e outra logo após o mergulho, para que o organismo produza mais calorias, ajudando a manter a temperatura do mergulhador estável.

Algumas frutas como a banana, rica em potássio, ajudam a prevenir possíveis câimbras embaixo d’água. Coma pelo menos umas duas bananas 1h antes do mergulho.

Ao contrário ao que muitos acreditam, o mergulhador que não irá descer para um segundo mergulho deve retirar logo que possível sua roupa de mergulho e guardá-la, pois ficar com a roupa de mergulho molhada, fará com que haja uma grande perda de calor, ficando o mergulhador mais sensível ao frio e podendo se sentir ma posteriormente.

Ao retornar do mergulho, retire sua roupa, guarde-a em um local que permita que a água escorra por completo, e se aqueça com uma toalha seca. Quando for para o segundo mergulho, vista novamente a roupa de mergulho.

Com certeza você terminará o dia menos cansado e aproveitará muito mais os mergulhos.

Agora, se você sente muito frio em qualquer mergulho, talvez a aquisição de uma ropua semi-seca ou seca, sejam a solução.

Clecio Mayrink
Nascido no Rio de Janeiro, ingressou no mergulho em 1987 pela CMAS e realizou Dive Master em 1990 pela PADI. Hoje é mergulhador Técnico Trimix (Mergulho Profundo) e de cavernas (Technical Cave Diver e Advanced Cave Side Mount / No Mount). É juiz internacional de apneia pela AIDA e foi membro da expedição de mapeamento da Lagoa Misteriosa em Bonito-MS em 2008. Produziu documentários sobre as Bahamas, Bonaire, Galápagos e Laje de Santos, visitando mais de 30 países. Foi o idealizador do site Brasil Mergulho criado em 1998 (MTB 0081769/SP), atuou como consultor para a ONU, UNESCO, além de diversos órgãos públicos no Brasil.