GoPro anuncia GoPro 5 e Drone Karma

Foto: Divulgação

Como prevemos recentemente, a GoPro lançou seu novo modelo de câmera GoPro 5, que veio com novidades, porém, com decepções.

Falava-se nos bastidores que o novo modelo de câmera gravaria 4K a 60 fps. Alguns, chegaram a comentar sobre o vazamento de informações, onde o novo modelo poderia ter até incríveis 8K de captação, o que na época, chegamos à comentar, inclusive, que era praticamente impossível, devido ao tamanho do sensor responsável pela captação das imagens.

Infelizmente a resolução máxima de captação continuou nos 4K, porém, com 30 qps.

As novidades são essas:

  • Câmera já com LCD de 2′ e controles mais simples;
  • 4K a 30 fps e resolução de foto (sem melhorias) em 12MP;
  • Sistema de cloud onde o usuário poderá fazer o envio automático das imagens captadas para um servidor cloud da web;
  • Suporte para 7 línguas e deve aumentar em breve;
  • Estanque até os 10m de profundidade. A partir daí, provavelmente ela precisará de uma caixa estanque;
  • Compatibilidade com GoPro Mount, sistema Karma Stereo Audio Recording, sistema de redução de ruídos e estabilização;
  • Correção na distorção provocada pela lente grande angular nas fotos e vídeos;
  • Preço mais competitivo… US$ 399. Uma redução de US$ 100 em relação ao modelo 4 Black. Certamente, devido ao aumento de câmeras com características próximas disponíveis no mercado e com a Sony cada vez mais apertando o cerco.

Novo drone Karma

Após uma longa demora e mudança nas datas de lançamento, finalmente foi lançado o drone deles e chama-se Karma.

Aparentemente ele é pequeno e possui estabilização 3 eixos e deve ser vendido com um sistema de controle com LCD embutido, sendo uma vantagem em relação aos demais drones, que normalmente necessitam de algum tipo de LCD externo, ou até mesmo, um celular ou tablet, para que o usuário possa enxergar o que está fotografando ou filmando.

O preço inicial será US$ 799 sem a GoPro e US$ 1.099 com a GoPro 5, se tornando atraente em relação aos famosos drones da DJI.

Mas como tudo na vida tem seus pontos negativos, o “atraente” pode ser para alguns e não para outros.

O formato do drone Karma nos passa uma ideia de “limitações”, e o que pode ser a confirmação disso, é estranhamente a GoPro não publicar as características desse drone em seu site, como se estivesse escondendo os pontos negativos do drone, como a distância máxima operacional, por exemplo.

Qual mergulhador não gostaria de gravar as belezas de uma ilha em Angra dos Reis do alto ?

Mas se o fator “limite de distância operacional” for um problema, certamente esse drone não será atraente para que os mergulhadores possam registrar as operações de mergulho.

Vamos esperar e ver o que virá por aí.

Os novos produtos deverão estar disponíveis nos Estados Unidos à partir de outubro próximo.

Clecio Mayrink

Nascido no Rio de Janeiro, ingressou no mergulho em 1987 pela CMAS e realizou Dive Master em 1990 pela PADI. Hoje é mergulhador Técnico Trimix (Mergulho Profundo) e de cavernas (Technical Cave Diver e Advanced Cave Side Mount / No Mount).

Foi membro da expedição de mapeamento da Lagoa Misteriosa em Bonito-MS em 2008, idealizador do site Brasil Mergulho em 1998 (MTB 0081769/SP) e atuou como consultor para a ONU, UNESCO, Segurança Pública, além de diversos órgãos públicos no Brasil.