Grutas da Ilha dos Búzios

Foto: Clécio Mayrink

Quem não gosta de uma novidade, ou melhor, conhecer um novo ponto de mergulho ?

A curiosidade bateu logo após ter lido a mensagem do instrutor de mergulho Andreoli, da operadora Universo Marinho, relatando em um fórum de discussões, o encontro de duas grutas na Ilha dos Búzios, nas proximidades da Ilhabela, localizada na área norte do Estado de São Paulo.

Gruta-Ilha-Buzios2Ao entrar em contato com ele, surgiu o convite para conhecê-las durante uma operação que seria realizada no dia seguinte. Rapidamente arrumamos os equipamentos e fomos no dia seguinte até São Sebastião onde está localizada a operadora / pousada, para partir rumo à Ilha dos Búzios.

Mergulho

Após 1h de navegação em um mar extremamente tranquilo no dia, a água já dava sinais de que estaria muito propícia ao mergulho, apresentando um tom azulado, exibindo os raios solares que  alcançavam alguns metros de profundidade.

A curiosidade terminou ao chegarmos à Ilha dos Búzios, que apresentava águas extremamente claras, quentes e incrivelmente paradas !

Um verdadeiro lago quente com água clara, nos Gruta-Ilha-Buzios1passando a vontade de permanecer por ali durante dias. A temperatura estava muito agradável em meio ao dia muito ensolarado e o visual do local é muito bacana.

Nos equipamos e descemos em direção as grutas, seguindo a orientação do guia, que na ocasião fora o próprio Andreoli. Realmente é um mergulho bem interessante, pois a formação rochosa local criou um ambiente relativamente fechado, dando o formato de uma gruta, porém, com várias saídas pelas laterais. O espaço interno é relativamente grande, podendo passar uns quatro mergulhadores ao mesmo tempo, desde é claro, que não batam perna de forma violenta, pois do contrário, irá fazer com que a visibilidade venha a cair, criando o chamado “silt”.

Gruta-Ilha-Buzios4Após algum tempo conhecendo o ambiente, saímos desta primeira gruta e finalizamos o mergulho nas proximidades, tendo em vista que a profundidade local chega aos 25m, apesar da proximidade com os paredões da ilha. No local encontramos uma extensa formação rochosa e vida marinha abundante.

Intervalo de superfície executado e fomos para o segundo mergulho, descendo em direção ao outro paredão da ilha para chegar na segunda gruta. Nesse ponto, as condições de mergulho estavam melhores, pois o fundo é dotado de restos de conchas pequenos pedaços de calcário, o que diminui consideravelmente a possibilidade de redução da visibilidade no ambiente.

Após 1h de mergulho no local, chega-se à conclusão de que há dezenas de passagens pelas grandes rochas, dando um tom de mergulho aventureiro, pois aumenta a curiosidade do mergulhador pelo local, que é habitado por diversos tipos de peixes e seres marinhos, que passeiam pelas rochas dando um show à parte ao mergulho. Na ocasião, a visibilidade variava entre 15 e 20m, comprovando que visibilidade nada tem haver com o verão. Muitas pessoas acreditam que boas condições de mergulho são encontradas somente durante o verão, o que é um erro.

A costa do estado de São Paulo possui diversos pontos de mergulho, onde ao meu ver, são mal explorados pelos mergulhadores. A região de Ilhabela possui diversos naufrágios além de pontos de mergulhos bem próximos à capital, com um acesso bem fácil, pois leva-se 2:30 à 3hs de viagem pela Via Dutra.

A Ilhabela e redondezas detêm belíssimas áreas naturais, com praias e cachoeiras, além de receberem águas com condições melhores que as demais áreas que estão próximas da costa paulistana.

É sem dúvida, uma região com grande diversidade em pontos de mergulho, que acabou inclusive, chamando a atenção da Secretaria de Meio Ambiente, que veio a realizar um estudo aprofundado sobre o turismo em toda a costa do estado, e lançou o Projeto Passaporte Azul durante uma edição da feira Adventure Sports Fair em São Paulo, catalogando todos os pontos de mergulho na região, com o intuito de promover o turismo local.

Gruta-Ilha-Buzios3Operação

Mais informações sobre o mergulho nas grutas da Ilha dos Búzios podem ser obtidas junto à operadora de mergulho Universo Marinho.

 

 

Vídeo

Clecio Mayrink
Nascido no Rio de Janeiro, ingressou no mergulho em 1987 pela CMAS e realizou Dive Master em 1990 pela PADI. Hoje é mergulhador Técnico Trimix (Mergulho Profundo) e de cavernas (Technical Cave Diver e Advanced Cave Side Mount / No Mount). É juiz internacional de apneia pela AIDA e foi membro da expedição de mapeamento da Lagoa Misteriosa em Bonito-MS em 2008. Produziu documentários sobre as Bahamas, Bonaire, Galápagos e Laje de Santos, visitando mais de 30 países. Foi o idealizador do site Brasil Mergulho criado em 1998 (MTB 0081769/SP), atuou como consultor para a ONU, UNESCO, além de diversos órgãos públicos no Brasil.