Havaí pode acabar com mergulho com golfinhos

Foto: Wikimedia Commons

Quem já foi ou sonha em conhecer destinos como Cancún e Havaí não perde a oportunidade de mergulhar com golfinhos. O passeio é bastante popular em alguns lugares e garante momentos de pura fofura e fotos para guardar no álbum de viagens. Mas agora o Havaí pretende acabar com a atividade que, apesar de parecer inofensiva, pode prejudicar os animais.

O Havaí quer abolir a prática de mergulho com golfinhos por um motivo bastante simples: é durante a noite que os golfinhos-rotador – espécie oceânica encontrada especialmente em águas tropicais e subtropicais -, procuram alimento. Consequentemente, esses mamíferos precisam do dia para dormir e ter um bom padrão de sono. O passeio turístico, no entanto, os força a ficarem acordados, resultando em um desgaste desnecessário.

Segundo a Administração Nacional Oceânica e Atmosférica (NOAA), o fluxo constante de barcos turísticos é o maior causador da perturbação do sonos dos golfinhos. Por esta razão, o Havaí pretende criar uma zona de exclusão que impediria estes barcos de estar a menos de 45 metros de onde estão os animais. Caso a lei seja aprovada pelo governo local, a medida será aplicada a todas as ilhas havaianas.

Redação
Se você possui mais informações sobre o assunto acima, entre em contato com a nossa equipe e ajude a tornar este site ainda mais completo. Isso ajudará os mergulhadores e todos aqueles que estiverem buscando por mais informações.