Ilha das Cabras – Um mergulho barato e diferente

Foto: Clécio Mayrink

Já pensou em realizar um mergulho rápido só para colocar a cara na água, ver alguns peixes, e ver uma vida marinha variada à baixa profundidade ?

Pois bem, estava em Ilhabela, litoral norte do Estado de São Paulo, quando tive a oportunidade de ir à tão conhecida Ilha das Cabras, localizada apenas 120m da Ilhabela, em sua parte voltada para a costa.

A ilha é particular e com acesso proibido, porém, é o destino de muitos mergulhadores que desejam mergulhar no estilo bate e volta, sem gastar muito tempo de navegação, e desejando um retorno rápido.

Chegamos até o local em poucos minutos de navegação, caímos na água, atingindo a profundidade média dos 6m e tendo uma visibilidade de 5m. Certamente, não foi a melhor que se pega por lá, mas deu para curtir bastante.

Ao redor da ilha, existe uma área demarcada onde os mergulhadores não devem ultrapassar por motivos de segurança, devido a possibilidade de tráfego de embarcações.

Ilha-das-Cabras3

Durante o mergulho encontramos alguns destroços que se tornaram um recife artificial das espécies marinhas, como o chassi de um caminhão, por exemplo. Algumas peças de concreto, também, se tornaram parte do ambiente marinho local, o que acabou atraindo uma grande quantidade de peixes. Vimos até alguns badejos, que por sinal, nos observam um tanto curiosos.

Há também, alguns cabos que ajudam ao mergulhador na orientação subaquática, levando-o até as principais áreas mais interessantes ao redor da ilha.

Há bastante vida marinha do tipo macro, sendo um excelente local para o treino dos fotógrafos subaquáticos.

Ilha-das-Cabras2Retornando para a Ilhabela, você chegará cedo e ainda pode aproveitar o dia passeando pela ilha ou pegando uma praia em uma das diversas praias que a Ilhabela oferece aos turistas, sendo um lugar belíssimo para relaxar.

Um local muito recomendado para ser visitado na Ilhabela, é o “centrinho”, que possui um belo píer e a rua com várias lojas com souvenirs da Ilhabela. Por lá, você encontrará diversos tipos de souvenirs, e terá a oportunidade de levar boas lembranças para casa.

Dicas

  • Uma ilha será sempre uma ilha, independente da distância. Leve consigo um sinalizador;
  • Não visite a ilha sem que uma embarcação o leve até lá. A distância de 120m que separam a Ilha das Cabras da Ilhabela é pequena, mas estando no mar, nunca podemos prever como ficaram as condições ao longo do dia, e o uso de uma operadora de mergulho, certamente trará mais segurança ao mergulho;
  • O ponto é ligeiramente abrigado, devendo o mergulhador tomar alguns cuidados com os horários de virada de maré, pois o local sofre um pouco com isso, tendo uma fraca corrente quando o mergulho é realizado em horário não recomendado. Saindo com uma operadora de mergulho, você não precisará se preocupar com esse detalhe.

Ilha-das-Cabras4

Clecio Mayrink
Nascido no Rio de Janeiro, ingressou no mergulho em 1987 pela CMAS e realizou Dive Master em 1990 pela PADI. Hoje é mergulhador Técnico Trimix (Mergulho Profundo) e de cavernas (Technical Cave Diver e Advanced Cave Side Mount / No Mount). É juiz internacional de apneia pela AIDA e foi membro da expedição de mapeamento da Lagoa Misteriosa em Bonito-MS em 2008. Foi o idealizador do site Brasil Mergulho criado em 1998 (MTB 0081769/SP), atuou como consultor para a ONU, UNESCO, além de diversos órgãos públicos no Brasil.