iPad – A informação em suas mãos

A tecnologia avança a cada dia e nos traz benefícios inimagináveis há 10 anos atrás.

Hoje as redes de acesso wireless já podem ser consideradas uma coisa comum nas cidades, face o baixo custo dos equipamentos necessários para montar uma rede particular.

A internet por sua vez, ainda anda engatinhando no Brasil, mas se compararmos com o que era em 1994, diria que hoje possuímos uma rede que era o sonho de todo internauta que começou a navegar logo no início da chegada da web ao Brasil.

Lembro que enviar 30 Kbytes em dados, levava meia hora e ainda tinha chances de apresentar erros… era realmente um caos.

Mas voltando ao mundo atual, pessoalmente fui conhecer o tão famoso iPad, o último lançamento da Apple.

Esse equipamento possui diversas características do tão famoso iPhone (celular), porém, ele é um e-reader, ou seja, um leitor de textos eletrônico, com uma série de programas onde é possível assistir vídeos, ver fotos, acessar planilhas, editar textos, além de muitas outras funcionalidades. Ao meu ver, o melhor deste aparelhinho é o acesso a internet por wireless ou rede 3G.

Recentemente estive nos Estados Unidos e tive a oportunidade de realizar diversos testes acessando as páginas do Brasil Mergulho com este equipamento, e realmente a satisfação foi total, pois além de ser extremamente rápido em seu processamento, a navegação sem a utilização do mouse foi maravilhosamente boa.

Visitávamos páginas e mais páginas do site com alguns simples toques na tela do iPad, e realmente, demonstrou ser, um aparelho perfeito para a leitura no dia-a-dia. Sem dúvida ele é a confirmação da minha tese sobre as mídias.

Costumo ser um visionário e muitas vezes, imagino o que o futuro irá nos trazer, e assim como previ o fracasso do Blu Ray, tenho uma tese sobre os jornais e revistas, que muitos não concordam.

Pelo andamento da tecnologia atual, imagino que em 2020, não existirão publicações em papel, ou se houver, será tão caro, que a grande maioria das pessoas irá preferir o meio digital.

Mas porquê isso ?

Simples…

Hoje as pessoas desejam receber a informação de forma rápida. Quem aqui deseja ler uma notícia que ocorreu hoje e só tomar ciência no dia seguinte ?

A produção de um jornal e/ou revista, requer uma série de execuções dentro de um processo longo e demorado, requerendo muito tempo e um grande número de interações e funcionários, e o que é pior, não possibilitando correções, pois uma vez impresso, não se pode ir lá e corrigir o texto.

O meio digital requer menos funcionários, gasta-se menos luz, tempo, papel, tinta e elementos necessários para a impressão.

Acredito que futuramente o custo do papel se tornará mais caro, tornando o processo de impressão ainda mais custoso. Além disso, o consumo de papel não contribui quanto a preservação do meio ambiente.

Quanto ao meio digital, este por sua vez, é menos custoso para gerar a informação, além de poder publicar a notícia em tempo real.

Nessa passagem da mídia em papel para a mídia eletrônica, haverá uma resistência das pessoas, e principalmente dos idosos, mas isso será compensado com a diferenciação do valor entre o acesso a mídia eletrônica e o papel.

Quem preferir a mídia em papel, pagará muito mais pela preferência, e essa mudança será uma questão de adaptação.

Em 2020 creio que já teremos uma rede onde os equipamentos terão acesso a web de qualquer local, o que facilitará em muito as mídias.

Em 10 anos, o Brasil mergulho alcançou mais de 4.000 páginas sobre mergulho. Agora imagine o que teremos em 2020 em informação, foto e vídeo ?

E o melhor disso, é que estará em suas mãos e em qualquer lugar. Bom, pelo menos é o que imagino e espero que esteja certo.

Recentemente a Sony mostrou uma tela flexível e extremamente fina. Ela pode ser enrolada e o vídeo continua passando. Baseada nas tecnologias OLED e OTFT, a grande vantagem, é poder dobrar o LCD.

Quanto ao iPad, hoje ele ainda está com um preço meio salgado, cerca de U$ 499 a versão mais simples, mas a tendência é que esse preço caia, assim como foi com o iPhone. Conversando com algumas pessoas por lá, algumas dizem que a segunda versão do iPad deverá chegar com uma câmera frontal, para a realização de vídeo conferência via web.

Características

  • LCD com 9.7 polegadas;
  • Bateria com duração média de 10hs ou 1 mês em stand by;
  • Chip A4 de 1Ghz;
  • Espessura: 1.3 centímetros;
  • Peso: 680 gramas;
  • Conexão WiFi e Bluetooth* (* com acessórios Apple);
  • Custo: 16Gb U$ 499 / 32Gb U$ 599 / 64Gb U$ 699 nos EUA;
  • Acesso 3G – adicional de U$ 130.
Clecio Mayrink
Nascido no Rio de Janeiro, ingressou no mergulho em 1987 pela CMAS e realizou Dive Master em 1990 pela PADI. Hoje é mergulhador Técnico Trimix (Mergulho Profundo) e de cavernas (Technical Cave Diver e Advanced Cave Side Mount / No Mount). É juiz internacional de apneia pela AIDA e foi membro da expedição de mapeamento da Lagoa Misteriosa em Bonito-MS em 2008. Produziu documentários sobre as Bahamas, Bonaire, Galápagos e Laje de Santos, visitando mais de 30 países. Foi o idealizador do site Brasil Mergulho criado em 1998 (MTB 0081769/SP), atuou como consultor para a ONU, UNESCO, além de diversos órgãos públicos no Brasil.