Manutenção em Foto / Vídeo Sub e um acervo de impressionar

Flávio e seu grande acervo em equipamentos e publicações - Foto: Clécio Mayrink

São mais de 30 anos atuando no mercado do mergulho e muitas histórias pra contar, diz instrutor de mergulho Flávio Júlio Gomes, proprietário do Clube do Mergulhador, que oferece o serviço de manutenção de equipamentos de fotografia e vídeo subaquático, no centro de São Paulo, capital.

Segundo Flávio, de forma personalizada, o escritório presta consultoria atendendo aos amigos mergulhadores nas necessidades de compra, venda e troca de equipamentos de fotografia e vídeo subaquático, além prestar manutenção em câmeras, caixas estanques, flashs, lentes, iluminações, dentre outros.

Como a grande maioria dos fabricantes não possuem empresas autorizadas para prestar manutenção de equipamentos no Brasil, os mergulhadores acabam não tendo opção de conserto por aqui, e por isso, decidi investir em conhecimento e passei a atender os mergulhadores, diminuindo os transtornos quando um equipamento apresenta falhas.

Manutenção em Caixa Estanque – Foto: Clécio Mayrink

 

Arquivo pessoal de impressionar

Quem visita a sala de trabalho do Clube do Mergulhador, onde o Flávio atua, tem a oportunidade de conhecer o grandioso acervo de publicações sobre mar e mergulho, e ver de perto, a grande coleção de equipamentos antigos de fotografia e vídeo subaquático.

São inúmeros equipamentos dos mais variados tipos e formatos. Mesmo os bons entendedores, ficarão surpresos com os equipamentos nas estantes.

Diversos modelos de câmeras da antiga linha Nikonos podem ser vistas, inclusive, uma delas com flash de bulbo, modelo raríssimo no mercado.

A biblioteca possui mais de 5.000 mil títulos em livros, revistas, fitas VHS e DVDs com os mais variados assuntos relacionados ao mergulho e mar, sendo que a cada dia, recebe mais e mais doações de mergulhadores que possuem antigas publicações em casa e antigos equipamentos que não são mais usados.

Nikonos II com Flash de Bulbo – Foto: Flávio J. Gomes

Segundo ele, mesmo que o equipamento esteja quebrado, faltando partes ou havendo somente peças avulsas, o mergulhador pode doar, pois tudo isso é aceito para o museu que ele está criando.

Se você desejar conhecer o museu ou precisa de algum tipo de manutenção em seu equipamento de foto ou vídeo, pode entrar em contato com o Flávio através do telefone (11) 99528-6889 ou pela página pessoal no Facebook, aproveitando para ver as novidades e fotos de equipamentos por lá. O endereço é este:

https://www.facebook.com/flavio.j.gomes.9

Redação
Se você possui mais informações sobre o assunto acima, entre em contato com a nossa equipe e ajude a tornar este site ainda mais completo. Isso ajudará os mergulhadores e todos aqueles que estiverem buscando por mais informações.