Mergulhador descobre destroços de submarino da II Guerra

O mergulhador italiano Massimo Domenico Bordone, apelidado de “o caçador de naufrágios”, encontrou os restos do HMS P 311 enquanto explorava uma área a cerca de 100m da costa nordeste da Sardenha, perto da ilha de Tavolara.

“Pensei no destino dos homens que encontraram a morte lá em baixo”, disse o mergulhador.

“Foi um destino partilhado por muitos, submarinos em particular, em ambos os lados do conflito”, acrescentou.

O HMS P 311 partiu de Malta no dia 28/12/1942. A tripulação tinha sido enviada para atacar os navios de guerra italianos, Trieste e Gorizia, enquanto estes estavam atracados em La Maddalena, um porto na costa nordeste da Sardenha, mas o submarino desapareceu sem deixar rastro após ter colidido com minas colocadas pela marinha italiana, para proteger a ilha.

Pescadores locais relataram terem ouvido um estrondo durante a noite, mas o navio classe-T nunca havia sido encontrado.

O mergulhador afirmou que apenas a proa do submarino apresentava danos, acrescentando que “parece que o submarino foi ao fundo com ar no interior, fazendo com que a tripulação morresse eventualmente pela falta de oxigênio”.

O submarino tinha dois torpedos tripulados prontos para serem lançados debaixo de água.

Redação
Se você possui mais informações sobre o assunto acima, entre em contato com a nossa equipe e ajude a tornar este site ainda mais completo. Isso ajudará os mergulhadores e todos aqueles que estiverem buscando por mais informações.