Mergulhadores encontram tesouro em naufrágio na costa da Croácia

Mergulhadores europeus encontraram um cofre nos destroços do navio Rei da Itália, naufragado em 1866, durante a Batalha de Lissa, no Mar Adriático. Segundo a lenda, o cofre pode conter uma série de objetos valiosos, avaliados em dezenas de milhões.

O tesouro foi encontrado por um grupo liderado por Lorenzo Marovic. Ninguém sabe exatamente o que há dentro do cofre, desse modo, foi solicitado ao Ministério da Cultura de Zagreb, na Croácia, e à superintendência competente, outras duas missões exploratórias.

“O naufrágio está a 115m de profundidade e as imersões podem chegar a 5h, havendo a necessidade de mergulhadores preparados”, explicou Marovic.

O navio saiu do porto italiano de Ancona em 16/07/1866 e partiu diretamente para Vis, no sul da Croácia.

Alguns dias depois, a embarcação foi bombardeada pela marinha do Império Austro-Húngaro, dando início a chamada Batalha de Lissa. A batalha terminou com a derrota da frota italiana e o naufrágio do navio, que desapareceu junto de 364 marinheiros e outros 27 oficiais. Apenas 167 pessoas se salvarão.

Em 2005, 139 anos depois, a mesma equipe de mergulhadores de Marovic identificou os destroços do navio para localizar o cofre com o suposto tesouro perdido.