Mergulhando em Cancun e Isla Mujeres

Foto: Clécio Mayrink

Cancun se tornou um dos destinos mais visitados por brasileiros, em razão das belas praias banhadas pelo mar caribenho e pelo custo relativamente baixo em relação a outros destinos internacionais.

A cidade de Cancun em si não é muito grande, é uma cidade tipicamente mexicana com belos pontos turísticos. Ela se destaca por sua enorme zona hoteleira, pois é a região onde estão os principais resorts da cidade e de frente para a praia.

Normalmente os visitantes vão para as praias ou saem para conhecer os pontos turísticos famosos do México, como a  pirâmide de Chichen Itzá e as ruínas de Coba, por exemplo. Durante à noite, costumam ir para a região dos bares e boates. Algumas delas chegam a cobrar US$ 70 com bebida liberada e o único ponto negativo é que tudo fecha relativamente cedo. Por volta das 3h da manhã.

Passando pela Rota 1, uma avenida que corta toda zona hoteleira, encontramos o belíssimo shopping La Isla, com diversas lojas de marcas e alguns restaurantes, sendo uma opção para os consumistas de plantão. Mas ao longo dessa avenida o visitante encontra muitos restaurantes e comércio. O único problema é que é uma avenida muito extensa e estar com um carro alugado facilita poder parar entre um local e outro.

Uma das peças do museu subaquático – Foto: Clécio Mayrink

Mergulhando em Cancun e falando português

Tivemos a oportunidade de conhecer o Fábio Lopes, um brasileiro que trabalha com mergulho há anos e reside em Cancun atualmente.

Apesar da minha fluência no espanhol, logicamente falar com alguém na língua de “casa” é sempre melhor, e o Fábio deu muitas informações sobre os mergulhos e a cidade, e ajudou bastante.

Ele também nos levou para conhecer a estrutura da operadora, onde agendamos os mergulhos. Após alguns dias, numa bela manhã, lá estávamos prontos na marina do hotel juntamente com alguns estrangeiros para um mergulho nas proximidades de Isla Mujeres, uma famosa e grande ilha nas proximidades de Cancun, sendo facilmente alcançada em apenas 20min de navegação.

Caímos na água e de cara vimos o quanto a água é clara e quente na região. A visibilidade ultrapassava facilmente os 30m e a temperatura com incríveis 29°C.

O local é repleto de formações de corais, sendo excelente para a captação de imagens em macro. Havia grande quantidade de vida marinha e muitos cardumes nos observando. Em uma das formações notei a presença do peixe leão escondido entre os corais.

Com 40min de fundo iniciamos o retorno à superfície, sendo prontamente recuperados pela embarcação da operadora de mergulho. Não havia corrente no local e o mergulho foi muito tranquilo e relaxante. A profundidade máxima não ultrapassou os 10m.

Trocamos os cilindros e já fomos para outro ponto onde a profundidade média também girava em torno dos 10m apenas.

Descemos para o segundo mergulho e as condições eram as mesmas anterior. Um mergulho muito tranquilo, com água quente, clara e sem correntes, condições bem diferentes das condições normalmente encontradas no Brasil. Durante o mergulho, chegamos a ver algumas peças do conhecido museu subaquático criado por lá.

Posteriormente regressamos, chegando ao meio-dia e prontos para o almoço. Levando em consideração que saímos às 9h da manhã, foi uma operação bem rápida, onde não se perde o dia só com mergulho, e no meu caso que estava com a família, ainda deu tempo para encontrá-los para o almoço.

Dicas

A maioria dos hotéis de Cancun estão localizados na zona hoteleira e de 5 em 5min os ônibus passam na porta dos hotéis, sendo fácil se locomover por lá. Você chega rápido e não precisa ficar usando carro alugado, se não quiser.

O telefone e WhatsApp do Fábio Lopes, o guia que nos deu o apoio para o mergulho, é +52 1 998-127-8653, e através dele, você pode obter informações e agendar os mergulhos. Ele conhece muito bem a região e pode levar os mergulhadores de acordo com preferência, como naufrágio, corais ou mesmo nos cenotes. A operadora possui equipamentos para aluguel e você não precisa levar todo o equipamento para na viagem.

Estivemos hospedados no Casa Magna Marrion Cancun Resort, um hotel excepcional pelo atendimento e qualidade, com quartos grandes e confortáveis, além de um café da manhã excepcional. O hotel conta com vários serviços e a hospedagem foi perfeita.

Clecio Mayrink
Nascido no Rio de Janeiro, ingressou no mergulho em 1987 pela CMAS e realizou Dive Master em 1990 pela PADI. Hoje é mergulhador Técnico Trimix (Mergulho Profundo) e de cavernas (Technical Cave Diver e Advanced Cave Side Mount / No Mount). É juiz internacional de apneia pela AIDA e foi membro da expedição de mapeamento da Lagoa Misteriosa em Bonito-MS em 2008. Foi o idealizador do site Brasil Mergulho criado em 1998 (MTB 0081769/SP), atuou como consultor para a ONU, UNESCO, além de diversos órgãos públicos no Brasil.