Militares russos se preparam para recorde de mergulho profundo

A Rússia está montando um plano para testar uma unidade de mergulho especializada e alcançar a profundidade de 450m nos próximos meses.

Se isso acontecer, será um novo recorde mundial em profundidade a ser registrado pelo Guinness. O último recorde foi obtido em 2014 pelo instrutor de mergulho das Forças Especiais egípcias, Ahmad Gabr, que em setembro do ano passado alcançou os 332m de profundidade na costa de Dahab, no Mar Vermelho.

O Instituto de Pesquisa para Resgate e Tecnologias Subaquáticas da Rússia, juntamente com uma equipe de resgate da marinha, iniciou os preparativos para que os mergulhadores possam descer até as grandes profundidades, em local não especificado na região do extremo oriente do país.

Os Aquanautas russos são reconhecidos como especialistas em mergulho profundo, pertencendo a um destacamento independente da marinha russa. Seu trabalho ocorre nos limites das capacidades humanas e sua complexidade pode ser comparável a uma caminhada espacial.

Embarcação especial para mergulhadores

A Marinha russa encomendou uma embarcação de resgate no final de 2012, a Igor Belousov, que possui um complexo de mergulho completo. Estacionado no porto de Vladivostok, a embarcação possui 5.000 toneladas e está equipado com sistemas de busca por sonar e a unidade de mergulho de profundidade GVK-450, projetada com 120 assentos e localizada no meio do navio, ocupando mais de 20% do volume do casco.

Há também, cinco câmaras de hiperbáricas chegando a acomodar até 60 marinheiros resgatados de um submarino.

O complexo também inclui um sistema de suporte a vida para regular a temperatura e umidade, bem como saturação de oxigênio, remoção de impurezas gasosas e odores.