Missão SAR – Embarcação Anjo Gabriel

Nos dias 6, 11 e 12 de agosto de 2016, em cooperação voluntária com as atividades da FAB – Força Aérea Brasileira, através do ARCC-CW Curitiba (Salvaero) e a Marinha do Brasil – Salvamar Sueste, o CIOPAM – Centro Integrado de Operações Aéreas de Multimissão, realizou diversos voos de avião (King Air B200) e helicópteros (R44/Bell Jet Ranger/Esquilo-AS350), a pedido dos familiares das vítimas, com o objetivo de localizar destroços e indícios da localização dos desaparecidos do naufrágio da embarcação “ANJO GABRIEL 1” ocorrido em Bertioga/SP no dia 29/07.

O barco Anjo Gabriel 1 saiu da Marina Polygon, localizada próxima à balsa que faz a travessia Guarujá-Bertioga, por volta das 18h de sexta-feira (29) e tinha como destino final a Ilha de Alcatrazes para a pesca esportiva. A tripulação fez o último contato com a Capitania dos Portos do Estado de São Paulo na saída da Marina, ainda em Bertioga.

As operações de busca e salvamento do CIOPAM foram realizadas após custeio dos próprios familiares e em coordenação com os órgãos oficiais da Marinha e Força Aérea de forma a não atrapalhar os trabalhos oficiais de busca e salvamento.

Entre as diversas missões realizadas, sobrevoamos áreas pré-determinadas, sendo avistados no dia 06/08 diversos pequenos pedaços de madeira de cor branca e vermelha, sugerindo tratar-se da embarcação em questão. No mesmo dia foram avistados duas cordas, sendo uma de Nylon azul e outra de cor Marrom, além de pedaços de isopor e um possível colete salva vidas de cor alaranjada. Sendo essas informações repassadas para as autoridades responsáveis pelas buscas para uma averiguação minuciosa.

Foram ainda sobrevoadas as ilhas de “Queimadinha” e “Queimada Grande”, além de distâncias superiores a 70 km mar adentro, com vistas a possível bote, porém sem nada ser avistado.

A equipe realizou também diversos voos de helicópteros com vistas a todo litoral paulista entre Cananeia (litoral Sul) e Ubatuba (litoral Norte), tendo toda a encosta litorânea, barrancos, morros litorâneos, pedras costeiras, braços de mar e rios inspecionados, além de  todas as ilhas de pequeno, médio e grande porte, principalmente na região entre a Laje de Santos e as  posteriores a Ilha Bela, inclusive demais ilhotas de Caraguatatuba e Ubatuba, tendo sido avistado somente dois pedaços de madeira que, supostamente possam pertencer à embarcação Anjo Gabriel devido a coloração vermelha e branca, mas nada significativo foi localizado.

As buscas continuam por parte do GBMAR – Grupamento de Bombeiros Marítimo de Bertioga.

Os familiares estão em campanha para arrecadação de recursos, visando o custeio marítimo e aéreo para continuidade dos trabalhos de localização das demais vitimas.

Até o momento, das sete pessoas a bordo somente três corpos foram localizados. Os trabalhos estão atualmente focados no rastreamento do fundo do mar na região da Laje de Santos com equipamento específico chamado “Scanner Marítimo”, cedido por voluntários que compõem as equipes de buscas.

O CIOPAM é uma instituição civil sem fins econômicos, com atividades voltadas ao trabalho de busca, salvamento e transporte de órgãos para transplante, colaborando com as autoridades civis e militares sempre que possível, com o intuito de auxiliar na salvaguarda da vida humana, sendo um “elo cooperativo” com o sistema SISSAR Brasileiro.

Apesar de todo o empenho de nossas equipes, o CIOPAM lamenta profundamente a dor dos familiares e deseja que, através da fé em Deus, encontrem o conforto necessário para uma hora tão difícil.

Por: Centro Integrado de Operações Aéreas de Multimissão – CIOPAM

Redação

Se você possui mais informações sobre o assunto acima, entre em contato com a nossa equipe e ajude a tornar este site ainda mais completo. Isso ajudará os mergulhadores e todos aqueles que estiverem buscando por mais informações.