Paraty

Foto: Clécio Mayrink

Fundada em 1667 com sua Igreja de Nossa Senhora dos Remédios, a cidade obteve no passado uma economia com engenhos de cana, onde no século XVIII, o porto era utilizado para distribuir as mercadorias para Portugal, além de pedras preciosas extraídas de Minas Gerais.

Cercada pela Mata Atlântica, a cidade de Paraty ganhou parques ecológicos e a área de proteção ambiental do Cairuçu.

Não deixe de conhecer o centro histórico da cidade, caminhando por suas ruas de pedra e observando as construções em estilo colonial, sendo possível, conhecer locais como a Igreja do Rosário (1725) e o Forte do Defensor Perpétuo (1703).

Paraty é um centro histórico, tombado pelo Patrimônio Histórico Nacional desde 1999. No antigo centro da cidade, carros não são permitidos, de modo a conservar a arquitetura colonial intocada. A cidade oferece uma boa estrutura de atendimento ao turista que procura descanso, diversão, cultura e boas opções em artesanato da região.

Pontos de Mergulho

Ilha Comprida

Profundidade média 12m e frequentemente são vistos pequenos badejos, garoupas, peixes-morcego, dentre outros.

Ilha Deserta

Sendo a ilha mais distante do porto de Paraty, estando à 1h 30min de navegação, possui grande vida marinha e muitas entradas entre as rochas. Ótimo ponto para a fotografia em close-up e macro, com profundidade chegando aos 18m. O único problema é a visibilidade, que por ela estar próximo à costa, a visibilidade às vezes fica prejudicada.

Ilha dos Cocos

Aproximadamente à uma hora da cidade, possui águas mais claras do que as demais ilhas, devido à distância. A profundidade chega até os 8 metros. Na parte abrigada da ilha, aos 4m de profundidade, existe uma caverna que proporciona excelentes fotos submarinas.

Ilha dos Ganchos

Próximo à saída da Baía de Paraty, a ilha é utilizada com frequência para check-out de mar e mergulhos noturnos. Possui vida marinha variada e a profundidade média gira em torno dos 11m.

Ilha dos Meros

É considerado um dos melhores pontos de Paraty devido as suas belezas, e está próxima a Ilha dos Cocos. A profundidade local chega aos 21m na sua parte sul, com diversas entradas entre as rochas. Na face norte, há um parcel com mais de 300m de comprimento e diversas pequenas entradas, sendo comum, peixes de passagem e arraias no local.

Ilha dos Ratos

Ótimo ponto para mergulhos noturnos, com profundidade média de 12m. Possui vida marinha variada e são vistos com frequência diversos peixes de passagem.

Ilhote dos Meros

Arraias-manteiga são encontradas com frequência e é um ótimo ponto para foto close-up e macro. A profundidade local chega até os 22m.

Laje dos Meros

Próxima à Ilha dos Meros, há uma grande quantidade de vida marinha e a operação só é realizada com mar calmo, devido à sua localização. As pedras chegam à superfície e a profundidade local chega aos 22m. Com sorte são vistos diversos peixes de passagem, arraias e em dias de sorte, barracudas.

Parcel dos Meros

Sendo o ponto mais afastado da cidade, estando à 1h e 40min de navegação, possui uma formação de dois grupos de pedras, afastadas 150m, e com profundidades variando entre 4 a 25m. Peixes maiores e águas mais limpas podem ser encontrados. Evite mergulhar no parcel se o mar estiver mexido ou com correnteza.

Redação
Se você possui mais informações sobre o assunto acima, entre em contato com a nossa equipe e ajude a tornar este site ainda mais completo. Isso ajudará os mergulhadores e todos aqueles que estiverem buscando por mais informações.