Ponte do Funil – Um mergulho na história

Que o mergulho litorâneo é preferência de quase todos os mergulhadores é fato. Sobretudo, não podemos negar que o mergulho em água doce (lagos, rios, represas, cavernas, minas alagadas…) também possui qualidades que podem ajudar muito na evolução técnica de um mergulhador, devido principalmente à diferença da densidade da água.

Nosso país possui a maior bacia hidrográfica do planeta, e com as necessidades da globalização, o número de hidrelétricas construídas é grande, propiciando ótimos pontos de mergulho.

Dentre os diversos locais em que mergulhei pelo interior do país, um me encantou de maneira especial, tanto pela história ali guardada quanto pelas técnicas exigidas para que o mergulho fosse agradável e seguro.

Localizada no sul de Minas Gerais, na cidade de Lavras, a Ponte do Funil foi “descoberta” como um ótimo ponto de mergulho há poucos anos.

Apesar da recente descoberta, a Ponte do Funil possui mais de 102 anos de grande importância para o desenvolvimento econômico da região, sendo que, no passado, foi o principal ponto de transposição do Rio Grande até a construção da Rodovia Fernão Dias.

Construída em 1907 por operários ingleses, a atual estrutura metálica (aço) com seus 125 metros de extensão e sustentada por cinco grandes pilares de pedra (construídos com argamassa a base de óleo de baleias), ainda se encontra no fundo da represa em perfeito estado de conservação, podendo ser visitada por mergulhadores nos períodos de baixo volume de chuva.

No final de 2002, após a finalização das obras e o fechamento das comportas da Usina Hidrelétricas do Funil, a Ponte do Funil passou a ser visitada por muitos mergulhadores brasileiros, vindos principalmente da capital mineira, distante apenas 230 Km.

Foi somente em 2004 que, Gustavo Abah, Rogério Sales, Mucio Arêdes, Moacir Faria, Fabrício Benate, Flávio Siqueira e eu, motivados pela paixão pelo mergulho, iniciamos o trabalho de adequação do atrativo para a prática do mergulho, realizado em várias etapas.

Devido à visibilidade restrita (de 0,5 a 3 metros) característica das águas do Funil, planejamos e executamos uma série de cabeamentos e demarcação estratégica com três boias de sinalização externa, para que os mergulhadores possam ter uma orientação e conseguirem realizar uma pelos cabos principais.

Mas porque uma ponte é considerada por muitos como um dos melhores mergulhos de Minas e do Brasil ?

Simples… A dificuldade e a técnica exigida aos mergulhadores que a visitam aprimoram muito o conhecimento do esporte, e sua imponente estrutura impressiona pela riqueza de detalhes, como postes de luz, pilares, placas indicativas e a diversidade de vida.

Seus arcos principais estão a uma profundidade de 19 metros, seu piso a 24 metros e o leito encontra-se a 44 metros de profundidade, fazendo a festa de mergulhadores técnicos e recreativos mais experientes.

Para aqueles que desejam um dia conhecer a Ponte do Funil, vão aqui outras observações essenciais para um bom planejamento:

  • A temperatura da água varia entre 11 e 20ºC;
  • Aos 7m de profundidade já não há luz natural. O uso de uma boa lanterna primária e secundária é indispensável;
  • Devido à profundidade e a possibilidade de um mergulho multinível, um computador é necessário;
  • Carretilhas e deco markers são bastante utilizados em caso de mergulhos descompressivos, caso haja perda do cabo principal;
  • Não deixe de levar uma faca de colete e/ou uma Z-Knife.

Outro fator que facilita bastante os mergulhos por lá, é que neste ponto da represa existe uma boa estrutura logística para toda a preparação que antecede o mergulho. E para os amantes de uma cerveja gelada e um típico tira-gosto, um Bar Restaurante cumpre de maneira muito eficiente seu papel.

Agradecimento

  • Gustavo Abah

Gilney Fernandes Lima
Bacharéu em Turismo, MBA Executivo em Turismo, Hospitalidade e especialista em Ecoturismo e Planejamento de Áreas Naturais. Iniciou o mergulho autônomo em 2004, sendo Dive Master. Tem como especialidade mergulho em águas doces em diversas localidades no Brasil, sendo Cave Diver IANTD, Advanced Nitrox SSI e possui dentre várias especializações.