Pontos de Mergulho em Fernando de Noronha

Foto: Bruno Tae

Pontos no mar de dentro

Cabeço da Sapata

Com profundidades chagando aos 42m. Um paredão com uma variedade muito grande de peixes de passagem que chega até a superfície. Indicado para mergulhadores experientes. Foi o local onde a Corveta Ipiranga colidiu antes de afundar.

Caverna da Sapata

A caverna encontra-se bem na curva da ponta da Sapata, estando a uma profundidade de 18m. Normalmente ao entrar nela, é comum ver algumas arraias que normalmente ficam descansando na areia e com um grande mero que já habita a caverna há vários anos. A caverna tem 15m de altura por 30m de comprimento.

Laje Dois Irmãos

Próxima ao morro dois Irmãos, possui uma profundidade média de 23m, com pedras, areia e muita vida marinha. De vez em quando, é possível esbarrar com alguns tubarões bico-fino.

Eleni Stathatos

É possível chegar ao mesmo saindo do portinho e a nado, pois está a apenas 100m de distância. Era um cargueiro grego que afundou na década de 20, sendo um ótimo local para mergulhos noturnos ou em finais de tarde.

Corveta Ipiranga

Considerado o naufrágio mais inteiro do Brasil e um dos mais belos do mundo, a corveta afundou em 1983 devido por um erro de navegação. Está parada a uma profundidade de 64m, mas o mergulho realizado na mesma normalmente não passa dos 53m devido à longa descompressão.

 

Pontos no mar de fora

Atalaia

Com a pequena profundidade em função da maré baixa, muitos mergulhadores fazem snorkeling. Excelente para fotos em macro e close-up, devido à grande variedade e quantidade de peixes. Há até pequenos filhotes de tubarão.

Cabeço Submarino

Ponto de encontro com as tartarugas que frequentam a Baía do Sueste. Muitas tocas e grandes peixes. Profundidade chegando 25m.

Iuiais

Ponto parecido com Pedras Secas, é uma laje submersa a 23m com vários tipos de peixes e grande variedade de vida orgânica. Considerado um dos melhores mergulhos de Noronha.

Pedras Secas

São um conjunto de pedras que afloram na superfície, onde a profundidade local gira em torno dos 15m, com muitas esponjas, tubarões bico-fino e lixa (Lambarú), grandes barracudas, arraias, tartarugas. Possui diversas entradas formando-se pequenos “cânions”, e normalmente a visibilidade é excelente. Deve-se tomar cuidado com as correntezas no local. Em algumas épocas do ano, aparecem gigantescos cardumes de sardinhas que ficam circulando as rochas.

 

Outros pontos

Ilha do Meio

Diversas tocas e grutas, com profundidade de 15m, oferecem abrigo a diversos cardumes e tubarões-lixa (lambarús).

Ressurreta / Canal da Rata

Bom “Drift-dive”, com profundidades entre 8 a 15m. Enseada relativamente calma à margem de um canal de águas claras.

Cagarras

Com um costão rochoso, ótima para iniciantes em mergulho profundo, onde a profundidade chega até 30m. É dividida em “Cagarras Fundas” e “Cagarras Rasas”. São mergulhos fundos em enseadas protegidas.

Buraco do Inferno

Ampla área com várias opções de navegação subaquática. Belas formações rochosas que lembram cadeias montanhosas. Profundidade chegando aos 25m

Pontal do Norte

Grande rocha submersa, como um arranha-céu, que permite um belíssimo mergulho que se inicia na areia, com grandes peixes, muita vida marinha e profundidade chegando aos 42m.

Buraco das Cabras

Formações rochosas vulcânicas com vários cardumes de pequenos peixes; geralmente com um “drift” que termina no Canal da Rata. Profundidade de até 15m.

Ilha do Frade

Excelente ponto para encontro com tartarugas, com destaque para a parte da ilha voltada para o mar aberto. Diversos tipos de corais e esponjas e profundidade de até 20m.

Redação

Se você possui mais informações sobre o assunto acima, entre em contato com a nossa equipe e ajude a tornar este site ainda mais completo. Isso ajudará os mergulhadores e todos aqueles que estiverem buscando por mais informações.