Pontos de Mergulho no Estado do Paraná

Balsas

Sem dúvida o melhor mergulho do Estado. A profundidade varia entre 25 e 30 metros, com visibilidade de 2 aos surpreendentes 30 metros em dias de mar e vento calmos. No local o grande barato, além das estruturas naufragadas (Dianka e Espera 7), são os peixes de passagem, como cavalas, peixes-galo e bicudas. Cardumes de sardinha também são frequentes, assim como os inefáveis meros.

Ilha da Figueira

Esta é a mais bela das Ilhas Paranaenses, localizada na divisa com o Estado de São Paulo, seu formato é intrigante, pois sai da água, formando um pico com 60m de altura. A profundidade média fica em torno dos 15m, com as demais características semelhantes à da Ilha dos Currais. Nenhuma das operadoras locais realiza saídas regulares para lá, devido à distância.

Ilha de Itacolomis

Um pequeno maciço de pedras sem vegetação ao largo do badalado balneário de Caiobá, proporciona excelentes mergulhos, com águas claras e muita vida marinha. Profundidade máxima de 16m, sujeita a variações inesperadas de visibilidade, face à proximidade com a Baía de Guaratuba e a pequena região de abrigo.

Ilha dos Currais

Situada a cerca de 8 milhas da costa, a ilha na verdade, é um conjunto de três ilhas em sentido leste / oeste, estando a maior delas mais ao leste. Nesta, encontramos o maior índice de aves por metro quadrado do Brasil, sendo avistados mais comumente gaivotas, atobás e andorinhas-do-mar. Embaixo d’água, a profundidade máxima não passa dos 11m. O relevo submarino é formado por muitas pedras e várias tocas onde é possível encontrar além de corais e vegetação muito bem preservada, guaiúbas, salemas, jaguareças, moréias, anteninhas, ermitões, peixes borboleta e tartarugas.

Para os mergulhadores com certificação de avançado, é possível realizar um drift-dive no parcel que se estende ao oeste das ilhas. A visibilidade local varia entre 5 e 12m, e com temperatura da água entre 20 e 26ºC o ano todo.

Parque dos Meros

Este parque na verdade, são conjuntos de recifes artificiais localizados em área desabrigada, onde profundidade varia entre 16 e 19m, sujeito a correnteza de leve a moderada, e com visibilidade variando entre 2 a 12m. É possível avistar meros, garoupas, badejos, bijupirás, raias-prego, cavalas, cardumes de sardinha e manjuba, além de muitas marias-da-toca, robalos e até lagosta.

Recifes Artificiais

Grupo de Recifes Artificiais à uma profundidade de 15 à 18m. Instalado no Litoral Paranaense entre as Ilhas de Currais e Itaculumins. Durante 2 anos de pesquisas foram avistados Meros de 100kg a 200kg aproximadamente, que se refugiam reprodução.

Redação
Se você possui mais informações sobre o assunto acima, entre em contato com a nossa equipe e ajude a tornar este site ainda mais completo. Isso ajudará os mergulhadores e todos aqueles que estiverem buscando por mais informações.