Pontos de Mergulho no Estado do Rio Grande do Norte

Arabaianinha

Coberto com corais e esponjas, o monte de arenito possui pequenas grutas e passagens que são frequentadas por grandes cardumes de peixes coloridos. Localizado a  7 milhas de Natal. Excelente ponto para iniciantes, onde a profundidade máxima gora em torno dos 14m.

Barreirinha

Grande formação rochosa com muitos buracos e passagens, onde a vida marinha se concentra. Normalmente são avistados olhetes, serra, tartarugas, arraias e tubarão lixa. Profundidade máxima: 27m.

Batente das Agulhas

Localizado a 14 milhas de Natal, caracteriza-se por uma grande laje em forma de batentes. Possui diversas grutas e arcos formados pela erosão causada pelas marés, além de diversas colunas de arenito que lembras “agulhas”. Acredita-se que sejam troncos de árvores petrificados, com grandes esponjas tubulares e muita vida marinha. Ótimo para foto subaquática. Profundidade máxima: 24m.

Cabeço do Marinha

Grande recife de corais com mais de 2.000m² de área, localizado às margens do canal com 45m de profundidade. Oferece grandes grutas em forma de salões, repletos de vida marinha, com esponjas e grandes cardumes. Ponto ainda pouco explorado. Profundidade máxima: 45m.

Cabeço dos Meros

Trata-se de um cabeço cheio de vida, onde normamente encontramos tubarões lixa, arraias e moréias. Profundidade máxima: 19m.

Canal do Cisco

Canal com 55m de profundidade localizado próximo ao Batente das Agulhas, oferecendo mergulho em declive a partir de 35m. É coberto por formações de corais e esponjas. Eventualemnte é possível encontrar tubarões de bico fino e marteto, além grandes badejos, barracudas e bicudas. Recomendado aos mergulhadores técnicos. Profundidade máxima: 55m.

Felix

Grande formação rochosa plana, onde normalmente são encontradas lagostas, tartarugas, além de arraias prego e chita. Profundidade máxima: 20m.

Guarajuba

Caracteriza-se por cabeços baixos formados por corais e esponjas multicoloridos, fauna diversa, com cardumes de guarajubas, parus, frades, entre outros. Profundidade máxima: 14m.

Fragoso

Grande recife de corais oonde a profundidade pode alcançar os 60m, sendo um local ótimo para a prática do mergulho técnico. É possível encontrar grandes peixes de passagem e formações com arcos e fendas.

Laje da Criminosa

Considerado um dos melhores pontos de mergulho de Natal. Constitui-se de um grande recife de corais localizado as margens de um canal com 45m de profundidade. Sua formação possui um lindo corredor de paredes com mais de 10m de altura. nelas, encontramos algumas fendas que servem de abrigo e moradia para várias espécies como, grandes moréias verdes, lagostas e peixes coloridos. Nos buracos ao fundo, é possível encontrar tubarões lixa e arraias repousando durante o dia. Profundidade máxima: 45m.

Laje das Serra

Considerado um dos melhores pontos de mergulho de Natal, sua formação de recife de corais possui aproximadamente 2.000 mil m², é possível encontrar esponjas e corais dando cor ao ambiente aquático, trazendo uma abundante vida marinha ao local, como tubarões lixa, arraias e tartarugas. Profundidade máxima: 27m.

Leandro

Grande cabeço onde o encontro com o peixe galo, garoupas, arraias e enxadas são frequentes.

Leme e Visgueiro

Localizado muito próximo uns dos outros e com características semelhantes, são os recifes de coral em forma de uma tira, com muitas fendas e buracos, coberto de corais moles. Tartarugas, moréias e cardumes de peixes multicoloridos dos recifes são encontrados em abundância. Profundidade máxima: 20m.

Mina de Currais Novos

Antiga mina desativada no interior do estado, proporcionando excelentes mergulhos.

Pedra do Chico

Pequeno cabeço com esponjas tubulares tartarugas, arraias e muitos cardumes de enxadas. Profundidade máxima: 15m.

Pedra do Lima

Grande cabeço que começa aos 20 e desce até os 32 metros. Barracudas e tubarões lixa são sempre avistados.

Pedra do Velho

Pequena placa onde lagostas e moréias vivem em perfeita harmonia. Profundidade máxima: 27m.

Serigado de Fora

Um rochedo de arenito e com corais, possuindo várias pequenas grutas e arcos. A profundidade média gira em torno dos 18m, sendo a parte mais funda arenosa aos 30m. Barracudas, serigados, dentões e arraias são frequentemente encontrados no local. Ótimo para foto subaquática. Profundidade máxima: 30m.

Sirigado

Grande recife de corais com mais de 1.500m², oferece pequenas paredes com pequenas grutas e passagens. Ambiente natural propício a tocas de tubarões lixas, lagostas e peixes. Esponjas coloridas dão cor e forma ao ponto. Profundidade máxima: 30m.

Tartaruguinha

De águas rasas e próximo da costa, a plataforma de arenito é toda perfurada e rica em corais e esponjas. A fauna marinha é diversificada e abundante. Existem moréias, arraias e cardumes de peixes multicoloridos encontrados entre os recifes. Seu nome é originário das pequenas tartarugas que frequentam o espaço. Profundidade máxima: 16m.

Terra Grossa

Esse ponto de mergulho caracteriza-se por uma formação rochosa com fissuras e buracos, apresentando grande diversidade de fauna. Grande quantidade de peixes pequenos e multicoloridos lembram um aquário. Profundidade máxima: 18m.

Paredão da Plataforma

Na borda da plataforma continental o paredão começa aos 35m de profundidade, e desaba em uma inclinação quase vertical aos 200m de profundidade. Ponto excelente para a prática de mergulho técnico. Durante o mergulho é possível encontrar grande cardumes de atuns, olhetes, bonitos, barracudas, cavalas, tubarão de bico fino, tubarão martelo, dentre outros.

Redação

Se você possui mais informações sobre o assunto acima, entre em contato com a nossa equipe e ajude a tornar este site ainda mais completo. Isso ajudará os mergulhadores e todos aqueles que estiverem buscando por mais informações.