Propostas para destino do navio Prof. W. Besnard vão para consulta pública

Foto: Prefeitura de Santos-SP

A Prefeitura de Ilhabela, por meio da Secretaria de Meio Ambiente, disponibilizará para consulta pública, a partir de segunda-feira, 26, até o dia 10 de agosto, as propostas que definem o destino do navio Prof. W. Besnard.

Duas alternativas foram apresentadas para uso da embarcação: o naufrágio, que transformará a estrutura em um recife artificial e, assim, um novo atrativo turístico para mergulhadores e moradia para a vida marinha; ou a doação do navio para uma entidade particular, que o transformará em museu.

A consulta poderá ser realizada na sede da Secretaria de Meio Ambiente, na Câmara Municipal, no site da Prefeitura e na Biblioteca Municipal Nilce Signorini. “O Prof. W. Besnard carrega muitas histórias, descobertas, e fez muito pela pesquisa marinha como nau oceanográfica da USP, precisamos dar uma destinação digna a ele e, para isso, contamos com a opinião da população, reafirmando o compromisso de governo participativo da administração”, disse o secretário da pasta, Mauro Oliveira Pinto.

No mês de agosto mais um passo será dado em relação ao navio, já que foi marcada uma audiência pública, prevista para acontecer no dia 10, às 18h, na Câmara Municipal de Ilhabela, na Rua Dona Germana, 85 – Centro Histórico. Na ocasião serão apresentadas as propostas recebidas pelo executivo.

Gasto do dinheiro público

Existe uma grande preocupação quanto ao destino final do navio Prof. W. Besnard, caso ele se torne um museu flutuante na Ilhabela, pois é preciso haver uma área para alocar a embarcação e arcar com os custos dos salários dos funcionários do museu e da manutenção como um todo.

Além disso, colocar o assunto sob Consulta Pública, é tomar uma decisão usando a opinião de pessoas sem o conhecimento técnico sobre o assunto, podendo trazer grandes prejuízos.

Segundo a prefeitura, esses custos seriam pagos com a venda de ingressos de visitação, mas sabe-se que somente com a venda desses ingressos, não haverá a receita necessária para manter o museu em pleno funcionamento, e o que faltar, acabará sendo arcado pela própria população da Ilhabela.

Risco Ambiental

O navio encontra-se no porto de Santos-SP aguardando uma decisão do seu destino final, e enquanto nada é resolvido, o navio continua sendo um grande risco para a fauna marinha, pois corre o risco afundar a qualquer momento.

Segundo um laudo emitido por um engenheiro naval, a peritagem constatou que o navio está em condição crítica e preocupante, podendo naufragar de forma inesperada.

Redação

Se você possui mais informações sobre o assunto acima, entre em contato com a nossa equipe e ajude a tornar este site ainda mais completo. Isso ajudará os mergulhadores e todos aqueles que estiverem buscando por mais informações.