Roupa Seca e a importância da sua manutenção

Alexandre da Sea Sub realizando a manutenção em uma roupa seca - Foto: Clecio Mayrink

A roupa seca é sem dúvida, um dos melhores equipamentos que um mergulhador pode ter, pois seu uso em águas frias, torna o mergulho muito mais seguro e confortável.

Aquecendo o mergulhador de forma eficaz, ela ainda traz o benefício de ajudar na flutuabilidade do mergulhador e havendo algum tipo de problema durante o mergulho, por exemplo, ela pode ajudar ao mergulhador a se livrar do mesmo.

Contudo, como tudo na vida, é um equipamento que merece uma atenção especial, principalmente no que diz respeito à sua manutenção, devido aos tipos de componentes utilizados em sua fabricação.

Normalmente a roupa seca é fabricada com nylon trilaminado ou, algum tipo de “lona” desenvolvida especialmente para a finalidade de mergulho. Um tipo de material de alta tecnologia que veio sendo pesquisado e sofrendo alterações durante as últimas décadas, o que trouxe muitos benefícios aos mergulhadores.

Logo após o mergulho, normalmente damos o tradicional banho de água doce para a remoção do sal, mas a roupa seca precisa passar por uma limpeza e lubrificação de suas partes.

Os selantes, por exemplo, partes normalmente fabricadas em borracha sintética e responsáveis pela vedação dos punhos e do pescoço, além da lubrificação, precisam passar por frequentes inspeções para que o mergulhador não seja pego desprevenido justamente na hora de mergulhar, como por exemplo, o aparecimento de alguma rachadura que venha permitir um rasgo no selante na hora de vestir a roupa, e inviabilizar o mergulho.

Em situações como essas, será necessária a substituição do selante, procedimento que deve ser feito em uma oficina especializada e de boa qualidade, requerendo um tempo mínimo, pois como requer a utilização de uma cola específica, não dá para corrigir o problema no mesmo instante.

As válvulas de inflagem / desinflagem e segurança, precisam ser abertas de tempos em tempos, para que sejam limpas e terem suas partes inspecionadas.

A costura da roupa e suas áreas, serem inspecionadas para confirmar que não hajam furos que venham permitir a passagem de água para o interior da roupa, e por ai vai.

São detalhes como esses, que tornam a manutenção preventiva significativamente importante para o mergulhador, para que ela consiga sair para mergulhar com tranquilidade e não ser pego de surpresa.

Atualmente em São Paulo, o técnico Alexandre Mingardo da a Sea Sub, agora conta com uma oficina especializada em manutenção e consertos de roupa seca, dos mais variados modelos e marcas, onde o mergulhador poderá obter a manutenção preventiva ou consertar algum tipo de problema que sua roupa possa ter.

Além das chaves e equipamentos necessários para a manutenção, a equipe técnica possui grande experiência e a representatividade de uma das maiores marcas de roupa seca do mundo, sendo uma garantia de que seu equipamento está em boas mãos.

A Sea Sub está localizada na Lapa e os telefones são esses: (11) 3641-3003 e 97544-1991

Foto: Clecio Mayrink
Foto: Clecio Mayrink
Clecio Mayrink
Nascido no Rio de Janeiro, ingressou no mergulho em 1987 pela CMAS e realizou Dive Master em 1990 pela PADI. Hoje é mergulhador Técnico Trimix (Mergulho Profundo) e de cavernas (Technical Cave Diver e Advanced Cave Side Mount / No Mount). É juiz internacional de apneia pela AIDA e foi membro da expedição de mapeamento da Lagoa Misteriosa em Bonito-MS em 2008. Produziu documentários sobre as Bahamas, Bonaire, Galápagos e Laje de Santos, visitando mais de 30 países. Foi o idealizador do site Brasil Mergulho criado em 1998 (MTB 0081769/SP), atuou como consultor para a ONU, UNESCO, além de diversos órgãos públicos no Brasil.