Seta de caverna à mão

Foto: Clécio Mayrink

Quem realiza mergulho técnico, sabe a quantidade de equipamentos que o mergulhador normalmente carrega durante o mergulho, e principalmente, a preocupação que devemos ter para que a configuração fique o mais justa possível e sem coisas sobrando para os lados.

Foto: Clécio Mayrink

No caso do mergulho em caverna a coisa é ainda pior, pois precisamos nos preocupar com a possibilidade de algo se enroscar em algum cabo dentro da caverna, o que poderá trazer transtornos ao mergulhador.

Sempre devemos otimizar ao máximo a configuração para esse tipo de mergulho.

Uma dica interessante é quanto a disponibilidade das setas indicativas usadas pelos mergulhadores de caverna nas cabeças das lanternas HID´s, ou nos modelos mais recentes em Led, por exemplo.

As setas são encaixadas em um elástico que é fixado na cabeça da lanterna que vai na mão do mergulhador (Goodman Handle). Dessa forma, ele poderá dispor das setas de forma fácil e visível durante todo o mergulho.

O elástico usado, é o modelo usado normalmente por motoqueiros que prendem seus objetos em motos, por exemplo, e para fixá-lo na lanterna, basta realizar um nós simples ao redor da cabeça da lanterna e criar uma aba (vide foto) para encaixar as setas.

Para evitar que o elástico desfaça o nó, o uso de um tire up (abraçadeira) resolve o problema.

Foto: Clécio Mayrink
Clecio Mayrink
Nascido no Rio de Janeiro, ingressou no mergulho em apneia em 1983, no autônomo em 1986 pela CMAS e Dive Master em 1990 pela PADI. Hoje é mergulhador Técnico Trimix, Technical Cave Diver e Advanced Cave Side Mount / No Mount. Foi membro da expedição de mapeamento da Lagoa Misteriosa em Bonito-MS em 2008, idealizador do site Brasil Mergulho em 1998 (MTB 0081769/SP), atuando em diversas matérias e documentários no Brasil e no exterior. Também atuou como consultor para a ONU, UNESCO, além de diversos órgãos públicos no Brasil.