Tartaruga gigante que vive mais de 300 anos é achada morta em SP

Foto: JuliasTravels

Uma tartaruga de couro foi encontrada morta na no fim da tarde de ontem em uma praia de Ilha Comprida, no litoral de São Paulo. Segundo os biólogos que encontraram o animal, o réptil pode viver até 300 anos, porém, não é possível determinar a idade da tartaruga encontrada.

O animal pesa 280 kg e não apresentava ferimentos de rede no corpo, mas foi levada para análise com intuito de para descobrir a causa da morte.

Segundo informações do projeto TAMAR, tartaruga de couro está “criticamente ameaçada” de extinção no Brasil. Ela vive usualmente na zona oceânica durante a maior parte da vida e única área regular de desova conhecida fica no litoral norte do Espírito Santo.

Redação

Se você possui mais informações sobre o assunto acima, entre em contato com a nossa equipe e ajude a tornar este site ainda mais completo. Isso ajudará os mergulhadores e todos aqueles que estiverem buscando por mais informações.