Turista americana morre em ataque de tubarão Ilha de Cocos

Foto: Albert Kok

A assessoria de imprensa do Ministério da Segurança da Costa Rica confirmou que receberam um comunicado sobre um ataque de tubarão na estação da Guarda Costeira de Caldera.

Informações preliminares indicam que uma mergulhadora repentinamente teria sido atacada e morta por um tubarão Tigre. Um instrutor de mergulho também foi gravemente ferido e encontra-se em condição estável.

Segundo o Ministério da Segurança, a embarcação saiu de Cocos com o corpo da mulher e o ferido às 2:30h da madrugada e chegaria ainda na noite da última sexta-feira na cidade de Puntarenas, na Costa Rica.

A ilha de Cocos fica a 523Km da costa de Puntarenas e a navegação dura em média 24h.

O tubarão tigre estava ausente nas águas da de Cocos há quase 30 anos e de acordo com um relatório do Huffpost, os tigres, que geralmente atravessam águas tropicais e temperadas, começaram misteriosamente a aparecer em números pequenos e depois maiores após o ano de 2008.

Os motivos não são claros, mas de acordo com Randall Arauz, diretor de Pretoma (Programa de Restauração de Tartarugas Marinhas), esses tubarões estão de volta porque a ilha oferece abrigo para pescadores”.

De acordo com Undersea Hunter, a embarcação de turismo que opera mergulho por lá, nunca houve um ataque de tubarão tigre contra humanos.

Redação

Se você possui mais informações sobre o assunto acima, entre em contato com a nossa equipe e ajude a tornar este site ainda mais completo. Isso ajudará os mergulhadores e todos aqueles que estiverem buscando por mais informações.