Tusa HyFlex Swicth: A nadadeira que cabe na mala de mão

Nadadeira Tusa HyFlex - Foto: Tusa

Recentemente publiquei um artigo comentando sobre uma configuração de equipamentos bem interessante para viajar levando poucos equipamentos, diminuindo as possibilidades de transtornos por causa das novas regras de bagagens nas companhias aéreas.

No artigo em questão, citei uma nadadeira que era desmontável e bem interessante para levar dentro da pequena mala que vai guardada no compartimento de bagagem de mãos, e por causa disso, recebemos várias mensagens de mergulhadores desejando saber mais sobre o equipamento.

Nadadeira Tusa HyFlex na mala pequena – Foto: Clécio Mayrink

Trata-se da nadadeira Tusa HyFlex Swicth, uma nadadeira com calçadeira semiaberta com excelente acabamento e que permite sua montagem e desmontagem facilmente, baseando-se no perfeito encaixe entre as duas partes e fixação através de um parafuso em inox.

O mergulhador pode simplesmente chegar ao seu destino, encaixar as duas partes da nadadeira, e pronto, ela estará pronta para ser usada no mergulho. Esse diferencial permite que o mergulhador consiga viajar levando apenas uma mala pequena, sem precisar fazer o seu despacho, economizando tempo e dinheiro, além da segurança de estar todo o tempo com seus equipamentos de mergulho em mãos.

 

Projeto em detalhes

A pala da nadadeira, também chamada de lâmina por muitos, é fabricada em poliuretano de alta qualidade, sob a tecnologia patenteada Purimax, que segundo o fabricante, proporciona uma rápida resposta no deslocamento do mergulhador.

Na pala há um acabamento que gera o efeito vortex, reduzindo a resistência no deslocamento, tornando o ciclo de pernadas mais eficiente.

A nadadeira utiliza cintas com molas em inox, trazendo mais segurança ao mergulhador, pois elimina a possibilidade da cinta se romper de forma inesperada na hora de mergulhar.

A nadadeira Tusa HyFlex Swicth já está disponível no Brasil na rede de lojas Narwhal ou através do site narwhal.com.br

Clecio Mayrink

Nascido no Rio de Janeiro, ingressou no mergulho em 1987 pela CMAS e realizou Dive Master em 1990 pela PADI. Hoje é mergulhador Técnico Trimix (Mergulho Profundo) e de cavernas (Technical Cave Diver e Advanced Cave Side Mount / No Mount).

Foi membro da expedição de mapeamento da Lagoa Misteriosa em Bonito-MS em 2008, idealizador do site Brasil Mergulho em 1998 (MTB 0081769/SP) e atuou como consultor para a ONU, UNESCO, Segurança Pública, além de diversos órgãos públicos no Brasil.