Vidro de Aquário se rompe e perde 2 milhões de litros de água

Foto: Divulgação

No último sábado, o aquário de Mazatlán, no México, que abriga 13 tubarões e 200 espécies marinhas, sofreu rompimento em um de seus vidros, vazando 2 milhões de litros de água e deixando diversas ruas alagadas nas proximidades.

O aquário foi inaugurado há 40 dias e peritos investigam as causas.

Segundo o diretor do aquário, Milay Quintero, um inquérito foi aberto para apurar os responsáveis pelo erro no projeto. Engenheiros da companhia Haag Engineering já foram ouvidos pelas autoridades locais.

A fissura não possibilitou a passagem de nenhum animal, e apesar de todo o transtorno, outras áreas externas do parque continuam abertas à visitação.

Após o incidente no México, nossa equipe entrou em contato com o Diretor-Presidente do AquaRio, o maior aquário da América do Sul no Rio de Janeiro, para saber mais sobre a questão dos vidros utilizados nos grandes aquários, e pra nossa surpresa, fomos informados que no caso do AquaRio, foi adotado um acrílico especial importado, por ter uma resistência muito superior em relação ao vidro, e que evita o problema de fissuras, como aconteceu no México.

Além de muito mais seguro, o acrílico adotado permite uma visualização e experiência muito melhor do ambiente subaquático, pois ele não distorce a imagem como acontece com o vidro, e isso só comprova o quanto o aquário marinho do Rio de Janeiro foi bem planejado para que tivéssemos um ponto turístico de primeiro mundo.

Redação
Se você possui mais informações sobre o assunto acima, entre em contato com a nossa equipe e ajude a tornar este site ainda mais completo. Isso ajudará os mergulhadores e todos aqueles que estiverem buscando por mais informações.