Wakama

Data: 12/02/1940

GPS: 22º 35,837′ S – 41º 39,737′ W

Localização: Próximo a cidade de Búzios

Profundidade (m): 42 – 50

Visibilidade (m): 2 – 20

Motivo: Torpedeado

Estado: Desmantelado

Carga: Variada / Passageiros

Tipo: Cargueiro / Casco de aço

Nacionalidade: Alemanha

Dimensões (m): 112 / 15

Deslocamento (t): 3.771

Armador: German East Africa Line / Woermann Line

Estaleiro: Nordeseewerke

Propulsão: Vapor / Hélice

Fabricação: 1921

Notas:

Existem indícios de que este navio favorecia os nazistas levando dinheiro, jóias e objetos de valor dos alemães residentes no Brasil, para ajudar a Alemanha a adquirir novas armas e equipamentos para a guerra. Algumas pessoas mencionam que neste navio, havia um livro com uma relação de nomes das pessoas que estariam contribuindo com a guerra. Buscas foram realizadas, mas pelo que se sabe, este livro não teria sido encontrado.

Construído em 1921 para a companhia Frigga Line de Hamburgo, foi comprado pela German East Africa / Woermann Line em 1925 e renomeado Wakama.

Foi acuado e afundado em 1940, em um episódio conhecido como “The Wakama Incident”. Abaixo, alguns trechos da história onde o governo brasileiro repudia a ação britânica no litoral do Rio de Janeiro.

12 de Fevereiro de 1940

Novamente a guerra se aproxima das Américas: O Cruzador pesado inglês HMS Dorsetshire acua o cargueiro alemão Wakama a 12 milhas de Cabo Frio, Brasil. A tripulação do Wakama, que transportava provisões de guerra e tinha como destino final a Alemanha, afunda o navio para que ele não caia em mãos inimigas.

O Wakama sob o comando do capitão Berhard Schacht, chegou ao porto do Rio de janeiro em 27 de agosto de 1939. No dia 1 de semtembro de 1939, a Alemanha invadiu a Polônia e assim, foideclarada a Segunda Guerra Mundial em 03 de setembro de 1939.

Às 0:00hs do dia 12 de fevereiro, o Wakama deixa as águas da Baía de Guanabara com suas luzes apagadas tentando evitar bloqueio de navios de guerra Ingleses que tinham como função, impedir que a Alemanha recebecesse suprimentos. Às 13:50 hs O Wakama emitiu sinal de SOS e veio a naufragar às 14:15hs do dia 12 de fevereiro de 1940. Tripulação de 46 homens que foram aprisionados e levados posteriormente como prisioneiros de Guerra para África do Sul, onde permaneceram até o final da guerra incomunicáveis.

16 de Março de 1940

O Presidente Brasileiro transmite seus protestos às autoridades britânicas, repudiando a violação do tratado da Zona de Neutralidade Pan-Americana onde aconteceu o “Incidente do Wakama”.

20 de Março de 1940

O Embaixador do Brasil, Jefferson Caffery, recebe comunicado do Secretário de Estado britânico informando que o protesto feito pelos brasileiros contra a ação do Cruzador HMS Dorsetshire em águas brasileiras não agradou aos britânicos. Os britânicos insistem que “estavam protegendo o comércio em águas brasilieras”. O Ministro de Relações exteriores, Oswaldo Aranha rebate: “Sem dúvida vocês não estão protegendo nosso comércio mantendo navios de guerra em nossas águas.”

Informações retiradas de “Chronology of the War at Sea 1939 – 1945”, autores Rohwer & Hummelchen e confirmadas por outra fonte: “The World´s Merchant Fleets 1939”, de Jordan.

Há uma versão de que o Wakama teria sido afundado pelo próprio cruzador inglês, mais este fato, não foi comprovado e reconhecido oficialmente.

Imagens:

Redação
Se você possui mais informações sobre o assunto acima, entre em contato com a nossa equipe e ajude a tornar este site ainda mais completo. Isso ajudará os mergulhadores e todos aqueles que estiverem buscando por mais informações.