Zíper Seco: Metal ou Plástico ?

Atualmente encontramos nas roupas semi-secas e secas, o zíper seco fabricado em metal ProSeal da YKK ou em plástico, como os MasterSeal da TiZip.

Mas qual deles é o melhor ?

Segundo um dos maiores fabricantes de equipamentos de mergulho dos Estados Unidos, o zíper de metal da YKK demonstrou ser mais confiável, menos propenso a problemas e recomendado para mergulhadores mais exigentes e profissionais do mercado. O zíper seco de plástico, apresenta mais problemas, como pequenos vazamentos, mesmo com pouco uso.

Quando falamos em roupa semi-seca, o problema é menor, mas quando nos referimos a roupa seca, um pequeno vazamento é inadmissível.

Alguns estes foram realizados em laboratório e os resultados foram esses:

Zíper de metal da YKK (Estados Unidos)

Prós

  • Não houve alterações em sua estrutura;
  • Maior resistência à ruptura;
  • Quando lubrificado corretamente, o zíper dura mais ciclos de fechamento e abertura.

Contras

  • Esfacelamento da fita costurada na roupa;
  • Rígido e não contorna o corpo do mergulhador, devido a rigidez;
  • Se não for lubrificado, o zíper terá uma durabilidade inferior;
  • Os dentes do zíper podem ser danificados, caso ele seja dobrado ou faça curvas apertadas;
  • Deixa a roupa com dimensão maior, quando dobrada.

 

Zíper de Plástico MasterSeal da TiZip (Alemanha)

Prós

  • Flexível e com melhor conformidade com o corpo do mergulhador;
  • Confortável e flexível com movimento;
  • Mais fácil de limpar e requer menos manutenção;
  • Fechamento e abertura mais fácil e com menos esforço;
  • Não é necessário lubrificar os dentes do zíper.

 

Contras

  • Menor duração que o zíper metálico;
  • Havendo um espaço superior a 1mm entre o deslizador e o batente inferior, resultará em vazamento;
  • No caso de algum impacto, ele facilmente vai abrir e permitir a entrada de água na roupa;
  • O zíper pode descarrilar facilmente, sendo necessária a intervenção de um técnico;
  • Havendo falha na lubrificação da área do encaixe de fechamento final, resultará em um vazamento na roupa.

Por:

Clecio Mayrink
Editor - Brasil Mergulho

Nascido no Rio de Janeiro, ingressou no mergulho em apneia em 1983, no autônomo em 1986 e Dive Master em 1990. Hoje é mergulhador Técnico Trimix, Technical Cave Diver e Advanced Cave Side Mount / No Mount.

Foi membro da expedição de mapeamento da Lagoa Misteriosa em Bonito-MS, em 2008, é o idealizador do site Brasil Mergulho em 1998 (MTB 0081769/SP) e atuou em diversas matérias e documentários no Brasil e no exterior. Também prestou consultoria para a ONU, UNESCO e diversos órgãos públicos no Brasil.