Madeira

Data: 1893

GPS:

Localização: Baía de Guanabara

Profundidade (m):

Visibilidade (m):

Motivo: Revolta Armada

Estado

Carga:

Tipo: Vapor

Nacionalidade: Brasil

Dimensões (m): 82.50 / 14.38 / 2.83

Deslocamento (t): 1.040

Armador: Marinha do Brasil

Estaleiro

Propulsão: Máquina à vapor com 250 HP

Fabricação: 30/03/1874

Notas: O Vapor Transporte Madeira, foi o primeiro navio a ostentar esse nome na Marinha do Brasil, em homenagem ao rio homônimo afluente do Amazonas. Foi construído na Inglaterra, segundo os planos do 1º Tenente EN Napoleão João Batista Level, que tambem supervisionou a construção. Foi submetido a Mostra de Armamento e foi incorporado em 30 de março de 1874. Foi seu primeiro comandante o Capitão-Tenente Antônio Pamplona de Albuquerque Cavalcanti.

1874

Em 30 de junho, chegou ao Rio de Janeiro.

1886

  • Em 1º de junho, inaugurou o farol de Anhatomirim;
  • Em 25 de julho, inaugurou o farolete Correnteza, no rio Amazonas;
  • Em 20 de agosto, o farol de Bom Abrigo;
  • Em 2 de dezembro, inaugurou o novo aparelho de luz do farol da Barra de Rio Grande.

1887

Em 15 de fevereiro, inaugurou o farol de Cabo João Dias.

1891

Como único meio flutuante da Diretoria de Faróis realizou viagem de apoio aos faróis pelo litoral brasileiro, com o diretor de faróis embarcado.

1892

Realizou viagem de apoio aos faróis, com o próprio Diretor de Faróis embarcado, realizando inclusive reparos no Farol da Moela no litoral de São Paulo.

1893

Naufragou na Baia da Guanabara por ocasião da Revolta da Armada.