Navio de guerra bombardeado na 2ª Guerra é achado após 76 anos

Uma expedição pelo sul do Oceano Pacífico encontrou os restos de um navio de guerra americano que foi bombardeado pelas forças japonesas e afundou na Segunda Guerra Mundial, onde apenas dez combatentes sobreviveram.

Uma equipe financiada pelo cofundador da Microsoft e filantropo Paul Allen localizou o naufrágio afundado na costa das Ilhãs Salomão, 76 anos após o confronto.

O navio foi atingido por torpedos japoneses em novembro de 1942. Na ocasião, 687 homens morreram — entre eles, cinco irmãos que ficaram conhecidos como “os Sullivan”, naturais do estado americano de Iowa.

Um navio militar foi batizado em homenagem à família, cujos membros mortos foram consagrados como heróis de guerra. Os jovens ficaram famosos porque desafiaram as regras militares que barravam parentes na mesma unidade e fizeram questão de lutar lado a lado na Segunda Guerra.

No confronto, a embarcação foi seccionada em duas partes após somente um ano de serviço e foi a pique em cerca de 30 segundos. Após o afundamento, ainda havia 115 sobreviventes, mas a operação de busca foi lenta, e apenas dez homens foram retirados do mar com vida. A descoberta do navio foi anunciada pelo próprio Allen em seu Twitter. O bilionário publicou imagens dos destroços, encontrados no sábado a mais de 4.000m de profundidade, no solo do oceano.

USS Lexington encontrado recentemente pela mesma equipe

Há duas semanas, a expedição bancada por Allen encontrou o porta-aviões USS Lexington, que também afundou durante a Segunda Guerra Mundial com 35 aviões e 200 tripulantes a bordo. A embarcação estava no fundo do oceano, a 800Km da costa da Austrália, onde naufragou na batalha do Mar dos Corais, vencida posteriormente pelos americanos.

“Estamos lidando com um ambiente aqui muito severo… Milhares de metros de profundidade e tudo é muito imprevisível. Estamos colocando muitos eletrônicos em águas muito profundas”, explicou o diretor das operações de Allen, Robert Kraft, ao jornal britânico “The Guardian”.

Allen e sua equipe já localizaram o USS Indianapolis, o USS Ward, o USS Astoria, o navio de guerra japonês Musashi e o destroyer italiano Artigliere.