PADI Festival ou Feira de Esportes ? PADI Festival sem dúvidas…

No passado, alguns lojistas do Brasil me perguntavam o que eu achava do PADI Festival como evento, e qual era a minha opinião sobre uma feira de esportes que vêm sendo realizada em São Paulo.

A primeira pergunta que faço é:   Qual é o seu mercado ?     Mergulho…

Durante o DEMA Show em Las Vegas desse ano, a maior feira sobre mergulho do mundo, que conta com diversos empresários do ramo turístico e fabricantes de equipamentos de mergulho, me perguntavam sobre o PADI Festival e o que achava de participarem de uma feira de esportes de São Paulo, e era nítida a dúvida geral, justamente por desconhecerem a fundo, o mercado de mergulho do Brasil.

Sem dúvidas, uma feira de esportes é interessante para mostrar que a atividade existe no Brasil, no entanto, está longe ser um bom evento para os empresários do mercado de mergulho, principalmente o que diz respeito a vendas de equipamentos, cursos e principalmente o turismo.

São perfis de visitantes totalmente diferentes, e o perfil da feira de esportes em sua grande maioria, não têm interesse em mergulhar, pois sendo o mergulho um esporte bem mais custoso, infelizmente essa grande massa não tem condições financeiras para arcar com os custos para a realização do mergulho, e muito menos, viajar para pelo Brasil a fora ou exterior.

Não é fazer discriminação, é a realidade, e infelizmente a grande maioria que vai a uma feira de esportes, está à procura de esportes de baixo custo, como futebol, andar de skate, escalada e coisas do tipo.

Estive em todas as edições dessa feira de esportes em São Paulo, onde em algumas edições, houve a participação de escolas de mergulho, e o que temos de informação, era exatamente o que já previa. Pessoas perguntando sobre a atividade do mergulho, porém, não retornavam demonstrando interesse na atividade.

Não perca tempo e principalmente dinheiro, investindo em eventos dentre os quais, não sejam totalmente relacionados ao mergulho, quando o alvo é Brasil.

Hoje, possuímos dois eventos de mergulho, sendo o PADI Festival o maior e mais completo, tanto em termos de participações, quanto em conteúdo e qualidade.

São diversos lojistas, distribuidores levando as novidades do mercado, assim como, grandes participações de figuras públicas, como foi o caso do Michel Cousteau em 2012, filho do mergulhador conhecido mundialmente, Jacques Cousteau.

Procure investir em um evento onde você encontre o perfil desejado de cliente.

É muito ingrato investir seu dinheiro em um evento, transporte e outros, para encontrar um perfil que não irá trazer benefícios à sua empresa, e muito menos, divulgar sua atividade.

Mergulho é qualidade, é uma atividade com custos mais elevados, e se você deseja ter um retorno financeiro, hoje a melhor opção ainda é o PADI Festival.

Pelo menos, essa é a opinião de uma pessoa que vivencia o mercado brasileiro há mais de 20 anos.

Clecio Mayrink
Nascido no Rio de Janeiro, ingressou no mergulho em 1987 pela CMAS e realizou Dive Master em 1990 pela PADI. Hoje é mergulhador Técnico Trimix (Mergulho Profundo) e de cavernas (Technical Cave Diver e Advanced Cave Side Mount / No Mount). É juiz internacional de apneia pela AIDA e foi membro da expedição de mapeamento da Lagoa Misteriosa em Bonito-MS em 2008. Produziu documentários sobre as Bahamas, Bonaire, Galápagos e Laje de Santos, visitando mais de 30 países. Foi o idealizador do site Brasil Mergulho criado em 1998 (MTB 0081769/SP), atuou como consultor para a ONU, UNESCO, além de diversos órgãos públicos no Brasil.