Porque a câmera GoPro alaga ?

Areia nos compartimentos dos botões de acionamentos - Foto: Clécio Mayrink

Com uma certa frequência encontramos mergulhadores reclamando que sua câmera GoPro acabou tendo sua a caixa alagada, e consequentemente, a câmera foi perdida. Aliás, isso também acontece bastante com as caixas de acrílico das câmeras da Canon.

Mas qual a causa para tantos alagamentos das caixas da GoPro e da Canon ?

Basicamente a grande quantidade de câmeras nas mãos dos mergulhadores atualmente, são exatamente as câmeras GoPro e Canon, pois estão sendo adquiridas em larga escala pelos mergulhadores, sendo razão de serem o maior número de câmeras sendo perdidas com alagamentos. O custo e a facilidade em comprá-las influencia diretamente nessa quantidade de câmeras que sofreram com alagamentos.

Câmeras de outras marcas também alagam, mas como a quantidade é bem inferior, acabamos tendo a sensação errada de que a GoPro e Canon, acabam alagando mais.

Em todos os casos os problemas são os mesmo, não sendo um problema de marca ou modelo.

Motivos para o alagamento

1 – Falta de manutenção das caixas estanques

Em ambos os casos, a GoPro e a Canon, não dão ênfase em seus manuais, quanto a importância da manutenção preventiva anual em suas caixas estanques, e o comprador acaba não se preocupando.

Na grande maioria dos casos, o grande vilão desses alagamentos é o grão de areia, que se instala entre o o-ring de vedação e o acrílico da caixa, principalmente nos botões de acionamento da câmera. Apesar de pequeno e aparentemente simples, o o-ring é uma peça fundamental na vedação da caixa estanque e quando em contato com qualquer sujeira ou grão de areia, acaba perdendo sua funcionalidade de vedação, permitindo a passagem da água sob pressão entre o espaço criado pelo grão de areia, que mesmo sendo pequeno, é o suficiente para que permita a passagem da água para o interior da caixa.

O alagamento ganha ainda mais força devido a diferenciação da pressão interna ser inferior a pressão externa da caixa, fazendo com que a água literalmente seja “sugada”para o interior da caixa.

2 – O-ring degradado

O alagamento devido ao o-ring já degradado pelo uso poderia ser evitado se o mergulhador realizasse a manutenção preventiva anual. Uma vez detectado o problema, o técnico realiza a substituição do o-ring, diminuindo a possibilidade de um alagamento inesperado.

Com o passar do tempo, o o-ring acaba perdendo suas características principais, como a elasticidade, expansão e compressão, além do ressecamento.

3- Mal fechamento da caixa pelo mergulhador

É uma situação mais difícil de acontecer, mas infelizmente acontece, sendo muito comum naqueles momentos em que o mergulhador está se preparando para entrar na água, sai correndo para se equipar e fecha sua caixa estanque de qualquer jeito. O o-ring acaba sendo imprensado e ficando mal encaixado em sua sede, permitindo a passagem de água para o interior da caixa estanque devido a falta de atenção do mergulhador.

Evitando o alagamentos

Basicamente o mergulhador deve ter atenção especial quando for fazer o fechamento da caixa estanque, verificando se a vedação do o-ring da tampa traseira está realizando a vedação de forma correta.

Quanto aos o-ring’s dos botões de acionamento, a única forma de evitar alagamentos por eles, é realizando a manutenção anual preventiva, pois é necessário remover todos os botões de acionamento, anéis, molas e o-rings, para verificar se há corrosão, zinabre ou areia. Para isso, é recomendável que esse procedimento seja feito por um técnico qualificado.

Recentemente publicamos um vídeo aqui no Brasil Mergulho mostrando como realizar a limpeza dos o-rings das caixas estanques da GoPro, mas é um procedimento que requer atenção, conhecimento básico e que envolve riscos.

Conclusão

Jamais podemos sair usando uma caixa estanque sem realizar a manutenção anual preventiva dela, pois algum dia, certamente ela trará dor de cabeça e um incidente indesejado.

Se você não possui conhecimento ou se sente incapaz para realizar a manutenção em sua caixa, recomendo que procure um especialista para que possa realizar a manutenção pra você. Infelizmente a GoPro e a Canon não possuem lojas de assistência técnica para a realização da manutenção preventiva em suas caixas estanques.

Uma dica desconhecida pela grande maioria dos mergulhadores, é evitar cair na água com sua caixa estanque e ficar muito tempo na superfície. O o-ring da tampa traseira somente realiza seu papel de vedação quando a caixa estanque está sob pressão, pois com o aumento da pressão eterna em relação à pressão no interior da caixa, acaba sugando a tampa, e consequentemente, comprimindo o o-ring por todos os espaços por onde a água passaria.

No entanto, quando o mergulhador está na superfície, não há uma pressão atuando na tampa traseira, e consequentemente, o o-ring só está encaixado e sem pressão. Havendo alguma sujeira ou grão de areia nesse o-ring, por exemplo, poderá ser o suficiente para permitir a passagem da água para o interior da caixa estanque.

Clecio Mayrink
Nascido no Rio de Janeiro, ingressou no mergulho em 1987 pela CMAS e realizou Dive Master em 1990 pela PADI. Hoje é mergulhador Técnico Trimix (Mergulho Profundo) e de cavernas (Technical Cave Diver e Advanced Cave Side Mount / No Mount). É juiz internacional de apneia pela AIDA e foi membro da expedição de mapeamento da Lagoa Misteriosa em Bonito-MS em 2008. Produziu documentários sobre as Bahamas, Bonaire, Galápagos e Laje de Santos, visitando mais de 30 países. Foi o idealizador do site Brasil Mergulho criado em 1998 (MTB 0081769/SP), atuou como consultor para a ONU, UNESCO, além de diversos órgãos públicos no Brasil.