Spot – O localizador via satélite que pode salvar a sua vida

Desde o meu princípio como mergulhador, sempre tive medo de ficar perdido no mar ou de ser esquecido pelo barco. Como sou engenheiro eletrônico e trabalho com segurança eletrônica, estou acostumado a ter minha localização conhecida, a ter um botão de pânico por perto a quase todo momento.

E não demorou muito – infelizmente – para que meu medo se concretizasse. Em minha primeira viagem de mergulho, logo após o meu check-out de Open Water, fomos esquecidos por mais de 1:30h no Oceano Pacífico, ao lado da ilha de Bora Bora, no Tahiti, após um mergulho de correnteza. Tínhamos todos os equipamentos de segurança recomendados, tais como sinalizador visual de superfície (deco marker), buzinas, espelhos, apitos; mas nada foi suficiente para acordar o piloto do barco que dormia no convés.

Após este incidente, percebi que aquele medo era uma preocupação razoável e se eu carregava tantos equipamentos tradicionais de sinalização para e segurança do mergulho, deveria dar um jeito de me ver “à deriva” novamente, até que li um artigo aqui no Brasil Mergulho sobre o Nautilus Lifeline, um pequeno rádio VHF com localizar GPS, que permite que sua posição seja transmitida em caso de emergência.

Bingo ! Solução perfeita para meu receio, quando novamente me deparo com um outro pequeno incidente: estava mergulhando na Laje de Santos quando um dos mergulhadores se perdeu do grupo e acabou subindo em outro barco, por engano. Enquanto isso, o capitão do nosso barco começou a gritar para as embarcações ao redor, quando perguntei por que ele não utilizava o rádio VHF do barco.

Pasmem !

Ele, o capitão, me confidenciou que a maioria dos barcos deixava os rádios desligados quando estavam ancorados. E lá se foi minha esperança … É claro que se você estiver perdido no mar há algum tempo, os barcos de busca estarão com os rádios ligados, mas eu não gostaria de chegar tão longe ou de esperar por tanto tempo…

A partir deste dia comecei a pensar em uma solução que juntasse um receptor VHF com uma antena satelital (que não depende de sinal de celular), que eu pudesse deixar no barco e caso algo ocorresse, eu conseguiria transmitir minha posição GPS para uma central de monitoramento. Após certa busca e pesquisa, fui apresentado ao Spot.

O Spot é um pequeno rastreador portátil que funciona 100% via satélite, recebendo posições GPS e transmitindo por uma outra “constelação” de satélites de baixa órbita. Esse equipamento têm como principal função, a localização de pessoas e veículos em regiões onde o celular não pega e, caso ocorra algum tipo de incidente, o equipamento conta com um botão de pânico que além de alertar a central em meu escritório, alerta uma central nos Estados Unidos, que é dedicada a salvamentos, tendo resgatado mais de 4.500 pessoas até hoje, conforme informações do site da empresa.

Em situações de emergência, basta apertar o botão de SOS, que a central irá entrar em contato com seus contatos de emergência, e fornecer sua localização para as autoridades locais que irão realizar a busca e resgate. Caso considere que necessita de ajuda, porém a situação não apresenta risco de vida, existe um outro botão que informa seus contatos por e-mail / SMS para que eles venham lhe prestar ajuda.

Pronto, tinha achado o equipamento que me traria a calma nos mergulhos, pois como o Spot trabalha via satélite, pode ser levado para qualquer canto do mundo sem problemas, nem taxas adicionais ou roaming. E de quebra, você ainda pode marcar seus pontos de mergulho por coordenadas geográficas, sem necessidade de manusear seu celular no barco, além de permitir que você se comunique com amigos e familiares, seja lá qual for o local onde suas aventuras te levem, pois ele envia mensagens pré-programadas e suas localizações aos contatos e redes sociais.

Quantos de vocês não gostariam de medir qual foi a distância percorrida em um mergulho de correnteza ou registrar o ponto exato de mergulho para retornar no futuro ? eis a solução.

Juntei o serviço do Spot com a expertise da minha empresa e fiz do meu medo um produto. Hoje já são mais de 300 pessoas que monitoramos, entre mergulhadores, velejadores e apaixonados pelo mar. Afinal, se o céu é o limite, por que não se precaver enquanto não chegamos lá ?

Spot

O Spot

O equipamento trabalha com 4 pilhas AAA (pilha palito), tendo um peso de 114g e dimensões de 8 cm x 6.5 cm x 2.5 cm apenas, sem a caixa estanque para mergulho. Para mergulho, uma caixa estanque deve ser providenciada, já que o equipamento aguenta somente 1m de submersão.

Vale lembrar, que por ser um dispositivo que trabalha com ondas de rádio, o mesmo não consegue emitir sinais de alerta embaixo d’água, sendo que todo seu acionamento deve ser feito da superfície.

O equipamento pode ser encontrado no Brasil por aproximadamente R$ 600, onde o serviço mensal na casa dos R$ 40.

Levando em consideração os que um benefícios e a segurança que um aparelho desses pode trazer, vale muito à pena para todos, e principalmente para quem sai para mergulhar, pois no caso de uma emergência, você será resgatado mais rapidamente, pois saberão a sua localização exata.

O Spot é representado pela Seabox Tech e os interessados podem entrar em contato através do site www.seaboxtech.com.br

Marcio Azevedo
Começou a mergulhar em 2010 e a partir deste dia nunca mais parou; Engenheiro Eletrônico focando em desenvolvimento de sistemas de segurança eletrônica e rastreamento de veículos e pessoas, é Sócio-Diretor da empresa Seaboxtech. Já mergulhou em diversos lugares do Brasil e do mundo, certificado como instrutor pela PADI.