Transporte de Equipamentos – Arrumação correta evita surpresas indesejáveis…

Para quem normalmente leva seu equipamento de mergulho no carro, sabe todo o trabalho que dá na hora da arrumação de toda a “tralha”, seja no porta malas ou na caçamba de uma pick-up.

Transporte-Carro2 Não é incomum ver alguns mergulhadores jogando o equipamento para dentro, sem os merecidos cuidados que eles deveriam ter.

Aliás, mais comum ainda, que isso ocorra ao retornar do mergulho, pois muitas vezes estamos cansados e com vontade de chegar logo em casa, e alguns poucos acabam não tendo a mesma paciência para fazer uma arrumação segura e adequada.

Além de caro, o equipamento de mergulho muitas vezes é sensível ao impacto, e o que pode ser um dia maravilhoso de mergulho, pode acabar se transformando em um dia de transtorno, pois ao chegar em cima do ponto de mergulho, descobrir que alguma peça ou parte acabou sofrendo avarias durante o transporte.

Algumas dicas

  • Evite colocar equipamentos sensíveis na parte inferior da bolsa ou caixa de mergulho, para que estes não sofram com o peso dos demais equipamentos.Ex: Máscara, computador, asa, câmera e regulador.
  • Antes de colocar o equipamento no porta-malas, utilize uma capa plástica para a forração. É muito o vazamento de água salgada para o interior do porta-malas, o que contribui no processo de ferrugem do veículo. Parece bobagem, mas já vi gente ter problemas com isso.
  • Não deixe os cilindros de mergulho rolarem de um lado para o outro. Faça uma amarração adequada para que eles  não rolem durante o movimento do veículo. Se uma torneira abrir repentinamente, em apenas 3 minutos, todo o gás no interior de um cilindro S80 poderá vazar. É lógico que você não levará todo esse tempo para parar seu carro e fechar a torneira, mas o pequeno tempo gasto para isso, fará com que você perca alguns bares do que você pretendia utilizar. Além disso, um choque da torneira contra alguma parte do veículo, pode acabar danificando a mesma, ou até mesmo, condená-la.
  • Cilindros na caçamba, é obrigatório a utilização de uma fita de segurança. Normalmente essas possuem coloração avermelhada e uma catraca para travar todo o equipamento junto à estrutura do veículo. Jamais carregue cilindros de mergulho na estrada, sem que os mesmos estejam muito bem presos. Chegar à ser ridículo imaginar isso, mas já houveram mortes nos Estados Unidos devido à queda de cilindros que estavam em uma caçamba, e foram parar no pára-brisas de outro veículo, causando óbito do motorista.
  • Se a carga é grande, esteja atento à pressão dos pneus.
  • Viagem longa e grande carga, esteja atento às condições dos amortecedores. Eu por exemplo, consegui estourar um com apenas 18.000 Km rodados, devido ao grande peso colocado no carro, e ter viajado por longas horas.
  • Quando os equipamentos forem levados na caçamba da pick-up, utilize uma capa para evitar a possibilidade de entrada de poeira nos equipamentos. Além disso, o uso de uma capa, contribui para não chamar a atenção de outras pessoas mal intencionadas.
Clecio Mayrink
Nascido no Rio de Janeiro, ingressou no mergulho em 1987 pela CMAS e realizou Dive Master em 1990 pela PADI. Hoje é mergulhador Técnico Trimix (Mergulho Profundo) e de cavernas (Technical Cave Diver e Advanced Cave Side Mount / No Mount). É juiz internacional de apneia pela AIDA e foi membro da expedição de mapeamento da Lagoa Misteriosa em Bonito-MS em 2008. Foi o idealizador do site Brasil Mergulho criado em 1998 (MTB 0081769/SP), atuou como consultor para a ONU, UNESCO, além de diversos órgãos públicos no Brasil.