Acidentes de Mergulho: Relatar ou Abafar ?

Desde que o site Brasil Mergulho começou a ser criado em 1998, sempre tivemos como objetivo informar tudo que estivesse relacionado ao mergulho em geral, e um dos aspectos, sempre foi noticiar acidentes de mergulho e suas causas.

Também sempre acreditamos que a divulgação dos erros e problemas ocorridos com os mergulhadores, acabam servindo de base para que novos procedimentos sejam criados, para que haja uma redução de acidentes, da mesma forma como ocorre na aviação, onde a cada acidente aéreo, a engenharia aeronáutica obtém novos conhecimentos e cria novas regras, procedimentos e melhorias na tentativa de eliminar as chances de novos acidentes.

O grande problema, é que acaba sendo impossível agradar a todos os mergulhadores, e um pequeno grupo prefere não ler notícias / artigos relacionados aos acidentes de mergulho, seja por não querer saber sobre o assunto ou, principalmente, por ter algum interesse comercial, preferindo abafar o fato.

Aliás, é muito comum amigos e conhecidos próximos ficarem enviando solicitações para que o Brasil Mergulho não cite um acidente, como se houvesse um “medo” de que os demais mergulhadores fossem literalmente apontar o dedo e culpar o acidentado pelo ocorrido, ou ainda, que a operadora relacionada ao fato fosse ter a imagem “queimada” pelo mercado.

Isso é uma verdadeira bobagem, porque na prática nada muda. Algum tempo depois o assunto se extingue, as pessoas se esquecem e o tema literalmente morre.

Sabemos que anualmente ocorrem muitos acidentes com mergulhadores brasileiros, onde os profissionais envolvidos trabalham para que o assunto não caia na mídia e nas redes sociais, piorando ainda mais as coisas, pois com o avanço da tecnologia, em segundos a informação vai para o ar e o “disse me disse” torna o acidente 10x pior do que o realmente aconteceu, e a falta de um relatório oficial acaba gerando mais e mais comentários entre os profissionais do mercado do mergulho, depreciando mais a imagem dos envolvidos, do que se houvesse um relatório oficial explicando os fatos.

O ego e a sensação de “Master Blaster Advanced Gold 2000i Plus”, impede que muitos mergulhadores que acreditam ser os “Top 10” do Brasil assumirem seus erros, como se eles jamais pudessem errar. É como se errar fosse um “mico” e que a pessoa fosse passar vergonha perante os demais. Como se fosse anormal um ser humano errar.

Divulgação de acidentes

Por uma questão de opção, o Brasil Mergulho adota a postura de noticiar todos os assuntos relacionados ao mergulho, seja ele positivo ou negativo.

Com a divulgação dos acidentes teremos um mercado mais responsável, preocupado com o treinamento e atendimento dos mergulhadores em nosso país, e vamos continuar trabalhando assim.

Por uma questão de preocupação e por sempre tentar compreender os mergulhadores, optamos por um novo formato para a veiculação de notícias sobre acidentes, pois claramente é um assunto nada agradável e que infelizmente é preciso noticiar.

Em virtude disso, a partir de hoje as notícias sobre acidentes não terão destaque em nossa página principal e não serão mais publicados em nossa Página e Grupo no Facebook.

Hoje foi criada a página denominada Acidentes de Mergulh no Facebook, especialmente para a veiculação das notícias de acidentes de mergulho, onde somente os interessados que clicarem em “curtir página”, passarão a receber o aviso de novas postagens sobre acidentes.

O endereço da página é:

https://www.facebook.com/acidentesdemergulho/

 

Site sensacionalista

Como infelizmente não agradamos a 100% dos mergulhadores, obviamente recebemos algumas críticas, que por sinal, sempre as recebemos bem e analisamos com intuito de verificar se realmente são ou não procedentes, para que possamos melhorar em algum aspecto, se for esse o caso. Contudo alguns raros comentários chegam a mencionar que o Brasil Mergulho seria um site sem credibilidade e sensacionalista. Será ?

  • No final desse ano completamos 20 anos no ar;
  • Somos independentes;
  • Não possuímos um patrocínio pleno;
  • Somos a maior mídia brasileira sobre mergulho com média de 2 milhões de acessos/ano;
  • Não dependemos de “cliques” e anúncios do Google;
  • Não estamos presos a ninguém e temos liberdade total.

Não concordamos com coisas ilícitas e/ou que coloquem os mergulhadores sob risco, e se denunciar profissionais que estejam agindo de forma incorreta for sensacionalista, então realmente somos sensacionalistas.

Acreditamos que é humanamente impossível agradar a todos os mergulhadores, mas tentamos fazer algo diferente nesse mercado normalmente tão amador e crítico, onde alguns poucos só reclamam e são incapazes de contribuir com algo de útil para os mergulhadores.

Quanto a credibilidade, se somos os únicos em todos esses quase 20 anos no ar, com citações em diversos meios de comunicação e dois prêmios de reconhecimento na web, realmente deve haver algo errado.

Por:

Clecio Mayrink
Editor - Brasil Mergulho

Nascido no Rio de Janeiro, ingressou no mergulho em apneia em 1983, no autônomo em 1986 e Dive Master em 1990. Hoje é mergulhador Técnico Trimix, Technical Cave Diver e Advanced Cave Side Mount / No Mount.

Foi membro da expedição de mapeamento da Lagoa Misteriosa em Bonito-MS, em 2008, é o idealizador do site Brasil Mergulho em 1998 (MTB 0081769/SP) e atuou em diversas matérias e documentários no Brasil e no exterior. Também prestou consultoria para a ONU, UNESCO e diversos órgãos públicos no Brasil.