Agenor Gordilho

Data: 19/10/2019

GPS: 12° 59,700″ S / 38° 32,050″ W (Não confirmada)

Localização: Baía de Todos-os-Santos

Profundidade (m): 34

Visibilidade (m): 10 – 20

Motivo: Recife artificial

Estado: Inteiro

Carga: Passageiros e veículos

Tipo: Ferry-boat

Nacionalidade: Brasil

Dimensões (m): 71 / 19 / 2.50

Deslocamento (t): 282

Armador: Companhia de Navegação Bahiana SA

Estaleiro: Empresa Brasileira de Engenharia Naval e Indústria Naval S.A. – EBIN

Propulsão: Dois motores diesel de 1.428 HP Burmeister & Wain – Indústrias Villares – São Paulo – Brasil.

Fabricação: 

Notas: Este foi um dos primeiros navios afundados oficialmente para a criação de recife no Estado da Bahia. Anteriormente realizou a travessia Salvador-Itaparica durante 45 anos, chegando a levar até 305 passageiros e 32 veículos em cada viagem. Ficou parada por mais de 11 anos no porto até a realização de um processo de estudo e viabilização para ser afundada.

Colaboradores do Projeto

  • SETUR
  • AMERB
  • INEMA
  • Marinha do Brasil
  • Shark Dive
  • ENGESUB
  • BELOV
  • SAGA Rebocadores
  • Wilson Sons

Galeria de Imagens – Clique na imagem abaixo:

Naufrágio Agenor Gordilho – Fotos: Gilson Galvão e Igor Carneiro / Google Photos

Veja também:

Embratur afundará 25 navios em Pernambuco para promover o mergulho

A Embratur e o IBAMA irão promover o afundamento de 25 navios no estado de Pernambuco para promover a prática do mergulho de contemplação.

Afundamento assistido do ferry Agenor Gordilho será no dia 19 de outubro

Neste final de semana serão afundados dois navios em Salvador, na Bahia, para a criação de recifes artificiais e novos pontos de mergulho.

Vega MOD I

Embarcação do tipo offshore adquirida para ser transformado em recife artificial em Salvador, na Bahia, para a criação de recifes artificiais no Estado.

Ferry Agenor Gordilho e Rebocador Vega serão afundados em outubro

Data dos afundamentos foram agendadas e serão publicadas no Diário Oficial do Estado, confirmando a execução do projeto nas águas da Bahia.