Quando falamos em Caixa Estanque, todo cuidado é pouco, pois normalmente é um equipamento caro e sensível.

Devemos sempre dar muita atenção para evitar algum tipo de problema, como um impacto por exemplo.

Já tive uma “dor de cabeça” numa ocasião, pois assim que entreguei minha caixa estanque para um marinheiro de um Liveabord, por descuido ele acabou danificando um acessório de um dos flashes. Na ocasião o mar estava tranquilo, mas e quando precisamos entregar o equipamento para alguém na embarcação com um mar grosso ?

É uma situação crítica e que possibilita as chances de algum dano sério no equipamento, e conforme o formato da embarcação, ela pode acabar balançando demais e tirar a estabilidade de quem está nela, e esse é um dos momentos em que podemos ter algum tipo de dano e prejuízo.

Alças de Segurança

Com o número crescente de fotógrafos subaquáticos no mundo, diversos acessórios surgiram para facilitar a vida do mergulhador, e um deles foi a criação da Alça de Segurança de Caixa Estanque.

Ela é fabricada com cabos de polipropileno e, quando fixada na caixa estanque, permite ao mergulhador realizar o transporte da caixa estanque com mais facilidade e segurança, por criar um ponto de “pegada”para a mão.

Com o transporte facilitado, a alça também facilitará na entrega da caixa estanque ao mergulhador na água ou no momento de regresso para a embarcação, porque facilmente ela poderá ser puxada para cima, mantendo todo o set fotográfico na posição correta para cima e sem tombar para os lados.

Em São Paulo, a alça é fabricada pelo Flávio Júlio Gomes do Clube do Mergulhador, que pode ser feita de acordo com a necessidade e preferência do mergulhador.

Mais informações através do telefone (11) 99528-6889.

Por:

Clecio Mayrink
Editor - Brasil Mergulho

Nascido no Rio de Janeiro, ingressou no mergulho em apneia em 1983 e autônomo em 1986, participando da primeira turma de Dive Master da PADI no Rio de Janeiro em 1990. É mergulhador Técnico Trimix, Technical Cave Diver, Advanced Cave Sidemount / No Mount, possuindo mais de 30 anos de experiência em mergulho e fotografia / vídeo subaquático.

Foi membro da expedição de mapeamento da Lagoa Misteriosa em Bonito-MS, em 2008, é o idealizador do site Brasil Mergulho em 1998 (MTB 0081769/SP) e atuou em diversas matérias e documentários no Brasil e no exterior, sendo uma referência quando o assunto é mergulho e naufrágios para a mídia e órgãos públicos no país, e diversas entidades internacionais como a ONU e UNESCO.