Bombeiros aprimoram técnicas de mergulho para busca de cadáveres

O 2º Subgrupamento do Corpo de Bombeiros de Presidente Venceslau iniciou recentemente, um treinamento de mergulho para bombeiros mergulhadores do Pontal do Paranapanema e convidados, com o intuito de aprimorar as técnicas de pesquisas de cadáveres, levando novos conhecimentos teóricos e práticos para esses profissionais.

Durante esses três dias serão desenvolvidas manobras de equipagem, maleabilidade aquática, mergulhos profundos e técnicas de buscas diversas. Resumindo, serão aplicadas técnicas de pesquisa para busca de cadáveres e flutuação de objetos, bem como técnicas de mergulho em baixas profundidades.

Participam do treinamento cerca de 30 bombeiros, sendo que as aulas teóricas serão em um hotel e as práticas na orla da prainha do Rio Paraná, ambos os locais em Presidente Epitácio, ainda de acordo com o Corpo de Bombeiros. Os homens representam os municípios de Presidente Venceslau, Presidente Prudente, Rosana, Teodoro Sampaio, Mirante do Paranapanema, Santo Anastácio, Dracena, Martinópolis, Osvaldo Cruz e Presidente Epitácio.

Importância

Segundo o coordenador do treinamento, capitão Alex Brito de Moura, explicou que o mergulho não é uma atividade rotineira da corporação, como o incêndio, por exemplo, com registros quase que diários. “Por isso, é importante esse tipo de treinamento”, salientou.

Tendo em vista que a região marca temperaturas elevadas e possui períodos chuvosos, que podem registrar acidentes com embarcações, o treinamento é realizado para que, caso haja alguma ocorrência, “o pessoal esteja apto”.

“O mergulho é uma atividade perigosa, pois sempre será em local com pouca ou nenhuma visibilidade ou em águas profundas e com correnteza. Com isso, há o risco de enroscar em rede de pesca ou pedaços e tocos de madeira e pedra, então, precisamos de preparação para não virarmos outras vítimas”, explicou.

Orientação

O capitão orientou que é sempre importante o uso de colete. Também foi apontado que é preciso evitar mergulhos em águas desconhecidas, somente em áreas com segurança e áreas de nado. Deve-se tomar cuidado com crianças e evitar a ingestão de bebidas alcoólicas, além do excesso de confiança em achar que consegue nadar em uma área perigosa.

Em caso de presenciar um acidente, Brito orienta que a corporação deve ser acionada. “Se não tiver capacidade técnica, não pule na água e não tente salvar ninguém”. A orientação é para que algum objeto flutuante seja jogado para acessar a vítima, como galhos e cordas.

Por:

Redação

Se você possui algum conteúdo relacionado ao mergulho e acha que pode ser interessante dividir com outros mergulhadores ?

Clique aqui para entrar em contato conosco e enviar o conteúdo a principal revista eletrônica sobre mergulho do Brasil.

Veja também:

Corpo de Bombeiros adota protocolo de câmara hiperbárica para mergulho

Profissionais dos Bombeiros que executam operações com mergulho, ganham melhores condições de proteção contra de doenças descompressivas.

1º Encontro Estadual dos Bombeiros Mergulhadores do MT

O evento contou com a participação de militares pioneiros na área que relataram diversas situações, além de diversas palestras e treinamentos em campo.

Mergulho de Segurança Pública

Quando o mergulho está relacionado ao resgate, a situação é muito mais séria que um mergulho recreativo, pois envolve muitos riscos.

Dois naufrágios do século 19 são encontrados nas buscas pelo voo MH370

Imagens de sidescan do Oceano Índico mostraram a existência das embarcações, porém, nenhum sinal do avião da Malaysia Airlines.