Cousteau e o nascimento do equipamento de mergulho autônomo

A história do equipamento de mergulho autônomo, conhecido como Aqualung, remonta à Segunda Guerra Mundial.

Em junho de 1943, numa pequena praia da Riviera, Jacques-Yves Cousteau usava nadadeiras de borracha e testava pela primeira vez seu novo equipamento de mergulho autônomo.

O equipamento foi inspirado pelas descobertas que a precederam, em particular, a do capitão Yves Le Prieur, pioneiro do mergulho autônomo, que em 1925, havia aperfeiçoado um dispositivo para permitir o uso do ar comprimido, o problema, é que esse dispositivo mantinha um fluxo contínuo de ar, o que limitava o tempo de uso pelo mergulhador, pois o ar comprimido acaba muito rápido.

Uma solução nasceu em Paris, durante a guerra. O engenheiro Emile Gagnan inventou um regulador de demanda, que havia sido criado para alimentar com gás, veículos usados pelos alemães. Esse dispositivo liberava o gás sob demanda, isto é, quando fosse necessário.

Cousteau modificou esse regulador para que ele fornecesse o ar comprimido sob demanda ao mergulhador, e a partir daí, quando o mergulhador inspirava, o regulador permitia a passagem do ar comprimido para os pulmões do mergulhador sob baixa pressão.

Não havendo assim mais o fluxo contínuo, o mergulhador teria muito mais tempo de fundo a partir de então, pois o gás que saía dos cilindros de mergulho, somente saíam quando o mergulhador inspirava, e não mais de forma contínua.

Assim nasceu o SCUBA (Self Contained Underwater Breathing Apparatus), que em português, seria Equipamento de Mergulho Autônomo.

Maiores acervos de reguladores do mundo fica no Brasil

Poucos sabem, mas em São Paulo há um mergulhador que é proprietário de um dos maiores acervos de reguladores de traqueia do mundo, contendo quase 1.000 unidades.

São mais de 65 marcas com mais de 700 modelos diferentes.

Conheça o acervo no site cg-45.com

Por:

Clecio Mayrink
Editor - Brasil Mergulho

Nascido no Rio de Janeiro, ingressou no mergulho em apneia em 1983 e autônomo em 1986 pela CMAS, participando da primeira turma da PADI no Rio de Janeiro em 1990. É mergulhador Técnico Trimix, Technical Cave Diver, Advanced Cave Sidemount / No Mount IANTD, possuindo mais de 30 anos de experiência em mergulho, fotografia e vídeo subaquático.

Foi membro da expedição de mapeamento da Lagoa Misteriosa em Bonito-MS em 2008, sendo o idealizador do portal Brasil Mergulho criado em 1998 (MTB 0081769/SP) e responsável pelo tema Mergulho no 1° Atlas dos Esportes do Ministérios dos Esportes.

Atuou na produção de diversas matérias e documentários no Brasil e no exterior, sendo uma referência para a mídia, órgãos públicos e diversas entidades internacionais como a ONU e UNESCO, quando o assunto é naufrágio.

Veja também:

Instrutores de mergulho dando mau exemplo

Quando deveriam dar bons exemplos, alguns poucos insistem em praticar atos foras das regras, colocando a vida em risco e causando transtorno aos clientes.

Fita de Auto fusão – Uma ajuda na remoção do regulador

Alguns reguladores criam dificuldades na sua remoção da torneira, pela falta de ranhuras mais profundas, mas uma fita especial pode resolver isso.

Filme Plástico – Protegendo o Segundo Estágio contra insetos

Usando um pedaço simples de filme plástico de cozinha, o mergulhador pode evitar uma grande dor de cabeça na hora de mergulhar.

Resgatada aos 105m de profundidade

O que a princípio seria só mais um mergulho profundo em Cuba, quase se transformou no último mergulho de uma brasileira em Cuba.