Talvez um dos itens menos vistoriados pelos mergulhadores, são as mangueiras de mergulho.

Assim como tudo na vida, as mangueiras de reguladores, manômetros e coletes, precisam de inspeção periódica para encontrar possíveis danos causados meu mal uso ou fadiga do material.

Mangueira rompida

Já imaginou estar mergulhando e repentinamente a mangueira do regulador começar a vazar grande quantidade de gás de uma hora pra outra ?

Em tese, se o mergulhador mandar realizar a inspeção e manutenção anual preventiva, o técnico irá detectar a possibilidade de problemas e trocará a mangueira antes que algum problema sério ocorra.

Por isso, você deve procurar sempre um profissional gabaritado para efetuar esse tipo de trabalho, pois afinal de contas, na hora do problema será você quem estará utilizando o equipamento.

 

O “excesso” da qualidade pode virar acidente

Todos sabem que os equipamentos de mergulho são arduamente testados pelos fabricantes, e quando bem tratados, com boa manutenção e uso, duram muitos anos, contudo, como as mangueiras são fabricadas com borracha sintética possuem um prazo de validade.

Hoje recomenda-se a substituição das mangueiras num prazo máximo de 5 (cinco) anos, independente da quantidade de mergulhos, pois a chance de surgirem as microfissuras na mangueira, tornando difícil a detecção visual.

Por isso, procure sempre trocar as mangueiras do seu equipamento a cada 5 anos e realizar a inspeção e manutenção preventiva anual. Além de tornar o mergulho mais seguro, você terá menos chances de passar por surpresas desagradáveis na hora de mergulhar.

Mangueira de manômetro vazando repentinamente pelo desgate

Colaboração e Imagens: Carlos Momoli

Por:

Clecio Mayrink
Editor - Brasil Mergulho

Nascido no Rio de Janeiro, ingressou no mergulho em apneia em 1983 e no autônomo em 1986, participando da primeira turma de Dive Master da PADI no Rio de Janeiro em 1990. É mergulhador Técnico Trimix, Technical Cave Diver e Advanced Cave Sidemount / No Mount, possuindo mais de 30 anos de experiência em mergulho.

Foi membro da expedição de mapeamento da Lagoa Misteriosa em Bonito-MS, em 2008, é o idealizador do site Brasil Mergulho em 1998 (MTB 0081769/SP) e atuou em diversas matérias e documentários no Brasil e no exterior, sendo uma referência em mergulho e naufrágios para diversas entidades como ONU, UNESCO e diversos órgãos públicos no Brasil.