A história da Bandeira Vermelha de mergulho

A bandeira vermelha e branca foi criada na década de 50′ por Denzel James “Doc” Dockery.

Em 1953 ele seguiu as instruções publicadas na revista popular Science Magazine para construir seu próprio dispositivo de mergulho e começou a experimentar maneiras de ganhar a vida trabalhando no esporte emergente.

No decorrer de seu trabalho, Dockery descobriu que precisava de uma bandeira de aviso para manter os velejadores a uma distância segura do local onde estaria mergulhando.

Dockery havia servido na Marinha americana e estava familiarizado com uma bandeira de sinalização vermelha que era usada para alertar sobre perigo. Para tornar sua bandeira distinta, Dockery pediu a sua esposa Ruth para costurar uma faixa branca na bandeira vermelha.

Uma faixa horizontal não era adequada porque já havia uma bandeira comeste formato e era de um país, a Áustria.

Colocar uma faixa vertical também seria inadequado, porque é o sinalizador de sete algarismos da Marinha dos Estados Unidos.

A única solução foi colocar a faixa branca na diagonal do canto superior esquerdo para o canto inferior direito, e assim, nascia a bandeira de mergulho dos Estados Unidos.

Mais significativo do que a criação da bandeira do mergulho, foi a insistência de Dockery em produzir, divulgar e vender a bandeira. Após algum tempo, Dockery conseguiu tornar a bandeira oficialmente reconhecida pelo Estado de Michigan.

Em 1956, a bandeira obteve um grande impulso quando a empresa US Divers (atual Aqualung) começou a distribuí-la em todo o país. Outro impulso veio da revista Skin Diver, quando a bandeira foi mencionada em um editorial de setembro de 1957, onde os leitores foram convidados para comentar sobre o desenho da bandeira.

Em fevereiro de 1958, a revista divulgou a “Bandeira dos Mergulhadores de Michigan” como a escolha dos leitores.

Atualmente, quase todos os estados americanos reconhecem oficialmente a bandeira vermelha, e muitas leis estaduais americanas obrigam a exibição da bandeira vermelha com a faixa diagonal branca como um sinal de ponto de mergulho.

Por:

Clecio Mayrink
Editor - Brasil Mergulho

Nascido no Rio de Janeiro, ingressou no mergulho em apneia em 1983 e autônomo em 1986 pela CMAS, participando da primeira turma da PADI no Rio de Janeiro em 1990. É mergulhador Técnico Trimix, Technical Cave Diver, Advanced Cave Sidemount / No Mount IANTD, possuindo mais de 30 anos de experiência em mergulho, fotografia e vídeo subaquático.

Foi membro da expedição de mapeamento da Lagoa Misteriosa em Bonito-MS em 2008, sendo o idealizador do portal Brasil Mergulho criado em 1998 (MTB 0081769/SP) e responsável pelo tema Mergulho no 1° Atlas dos Esportes do Ministérios dos Esportes.

Atuou na produção de diversas matérias e documentários no Brasil e no exterior, sendo uma referência para a mídia, órgãos públicos e diversas entidades internacionais como a ONU e UNESCO, quando o assunto é naufrágio.

Veja também:

Seta de Caverna e a sua origem

Elas mudaram o mergulho de caverna, trazendo mais segurança e a garantia da indicação correta da saída de ambientes com teto.

Mergulhadores atropelados e a importância da boia de sinalização

Pelo menos cinco mergulhadores se acidentaram nos últimos meses por não sinalizarem o local onde o mergulho estava sendo realizado.

Lift Bags X Marking Bags (Salsichão) e Deco Markers

Cada vez mais usados pelos mergulhadores, eles trazem segurança, mas possuem suas diferenças. Conheça um pouco mais sobre eles.

Brasileiro fixa bandeira e sinalizador em corais de Bonaire e causa revolta

Proprietário de operadora se depara com cena inusitada e denuncia o crime as autoridades locais