Arqueólogos subaquáticos recuperaram mais de 350 artefatos HMS Erebus, um dos dois navios perdidos nas águas do Ártico.

Durante três semanas no outono de 2019, a equipe de arqueologia subaquática canadense realizou 93 mergulhos no HMS Erebus, registando quase 110h em mergulhos.

Foram usadas estratégias inovadoras para a remoção dos sedimentos dos artefatos enterrados, para que que fosse possível mapear, fotografar e recuperar os objetos. Foram encontrados uniformes, pratos de cerâmica, uma escova de cabelo com cabo de madeira e uma caixa de lápis com o conteúdo ainda dentro.

Vários objetos recuperados pertenciam ao capitão Edmund Hoar, incluindo, um lacre com uma impressão digital.

Atualmente, os objetos estão alojados no laboratório de conservação em Ottawa, onde serão analisados, para identificar as características, bem como a realização de raio X, criação de ilustrações e a fotografia dos objetos.

O local do naufrágio se tornou sítio histórico nacional, não sendo aberto ao público.

Por:

Redação

Se você possui algum conteúdo relacionado ao mergulho e acha que pode ser interessante dividir com outros mergulhadores ?

Clique aqui para entrar em contato conosco e enviar o conteúdo a principal revista eletrônica sobre mergulho do Brasil.